Wegovy, medicamento para obesidade, chega ao Brasil em agosto deste ano

4 leitura mínima
Wegovy, medicamento para obesidade, chega ao Brasil em agosto deste ano

O Wegovy, medicamento para obesidade da farmacêutica dinamarquesa Novo Nordisk, estará disponível no mercado brasileiro a partir de agosto de 2024. O medicamento, à base de semaglutida — o mesmo componente do Ozempic — foi aprovado pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para o tratamento da obesidade e sobrepeso em janeiro de 2023.

Esse é o primeiro medicamento injetável à base de semaglutida voltado para o tratamento da obesidade. Esse é um componente análogo ao hormônio GLP-1, que atua na secreção da insulina pelo pâncreas, que exerce um papel importante na regulação da glicose no sangue.

No entanto, a semaglutida também ajuda a promover uma maior sensação de saciedade, podendo atuar no processo de emagrecimento. Por isso, o Ozempic tem sido usado “off label” (fora da prescrição da bula) para a obesidade, apesar de sua indicação ser o tratamento de diabetes tipo 2.

Pesquisas clínicas mostraram que o Wegovy leva à redução média de 17% do peso, sendo que um terço dos pacientes apresentaram redução superior a 20%, além de diminuição de 20% no risco de eventos cardiovasculares adversos, como morte cardiovascular, infarto do miocárdio ou acidente vascular cerebral (AVC) não fatal.

Também já foi comprovado que a redução do risco cardiovascular ocorre independentemente do grau de perda de peso alcançada. Estudos mostraram, ainda, uma redução e manutenção do peso corporal por até quatro anos.

“Wegovy é o primeiro medicamento com resultados inéditos de perda de peso com segurança comprovada. Ele representa um marco no tratamento da obesidade, reconhecida como doença crônica pela Organização Mundial da Saúde (OMS) desde 2013”, afirma Priscilla Mattar, vice-presidente médica da filial brasileira.

O uso do medicamento é recomendado para o tratamento de adultos e crianças a partir de 12 anos com obesidade, ou adultos com sobrepeso e comorbidades relacionadas ao peso.

Wegovy e Ozempic: qual é a diferença?

O Ozempic, medicamento da Novo Nordisk para o tratamento de diabetes tipo 2, também é composto por semaglutida, mas em concentração menor (1,34 mg por dose) do que o Wegovy (2,4 mg por dose). O componente atua diretamente na secreção de insulina pelo pâncreas, ajudando a regular o nível de glicemia, mas, por levar à maior saciedade, o Ozempic também tem sido utilizado “off label” para o emagrecimento.

Isso acontece porque a molécula ajuda a retardar o esvaziamento gástrico, promovendo uma sensação de saciedade mais prolongada. Além disso, o análogo do GLP-1 também atua no sistema nervoso central, nas vias de regulação do apetite.

No entanto, o Wegovy é o primeiro e único medicamento à base de semaglutida aprovado pela Anvisa para tratar pessoas com obesidade e sobrepeso. O uso de ambos os remédios — Wegovy e Ozempic — deve ser feito com orientação e acompanhamento de um profissional de saúde especializado.

Ozempic e Wevogy: entenda como a semaglutida pode proteger o coração