PF: Abin espionou auditores da Receita Federal que apuravam possível “rachadinha” de Flávio Bolsonaro

1 leitura mínima
PF: Abin espionou auditores da Receita Federal que apuravam possível “rachadinha” de Flávio Bolsonaro

A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) espionou auditores da Receita Federal que apuravam um possível esquema de “rachadinha” (desvio de dinheiro público) do senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ). A informação consta na representação da Polícia Federal (PF) que embasou a quarta fase da Operação Última Milha, realizada nesta quinta-feira (11).

A investigação mira um esquema de espionagem ilegal que monitorou ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), políticos e jornalistas.

Segundo a representação da PF:

“Igualmente, em relação às investigações relacionadas ao Senador FLÁVIO BOLSONARO, a autoridade policial trouxe informações a respeito do uso da estrutura da ABIN para monitoramento dos auditores da Receita Federal do Brasil, responsáveis pelo RIF – relatório de inteligência fiscal – que deu origem à investigação que apurava o desvio de parte dos salários dos funcionários da ALERJ (“caso da rachadinha”), com o objetivo, inclusive, de “encontrar podres” sobre os mencionados auditores.”

A CNN entrou em contato com o senador Flávio Bolsonaro e aguarda retorno.