08/03/2024 às 21h49min - Atualizada em 09/03/2024 às 00h01min

Sistema Nervoso: Por que lesões na coluna podem afetar a sua mobilidade?

A nossa coluna vertebral é a parte mais importante do sistema voltado à nossa mobilidade, explica o neuro-ortopedista Dr. Luiz Felipe Carvalho

MF Press Global
© Divulgação/Freepik

O sistema nervoso é uma rede bastante complexa que possui um papel importante no funcionamento do corpo humano. Formado pelo sistema nervoso central - cérebro e medula espinhal - e pelo sistema nervoso periférico - nervos que se estendem por todo o corpo. 

A mobilidade, a capacidade de mover-se e coordenar os movimentos, é uma função fundamental desse sistema, mas quando ocorrem lesões na coluna, especialmente na medula espinhal, a mobilidade pode ser significativamente afetada, como explica o Nеuro-Ortopеdista, Dr. Luiz Fеlipе Carvalho.

“A medula espinhal transmite sinais entre o cérebro e o resto do corpo, ela é responsável por conduzir impulsos nervosos que controlam os movimentos voluntários e as funções sensoriais. Por isso, lesões na coluna vertebral podem interromper ou danificar esses sinais, resultando em perda de sensação e controle motor abaixo do local da lesão”.

Efeitos de lesões na coluna

De acordo com o Dr. Luiz Felipe Carvalho, quando ocorrem lesões na coluna, diversos problemas podem surgir, afetando não só a coluna em si, mas a mobilidade de regiões inteiras do corpo.

“A  paraplegia é uma das condições mais conhecidas associadas a lesões na coluna, ela envolve a perda de movimento e sensação nas pernas. Outra condição é a tetraplegia, que afeta os membros superiores e inferiores, causando um maior comprometimento da mobilidade”.

“As causas comuns de lesões na coluna incluem acidentes automobilísticos, quedas, lesões esportivas e traumas, geralmente eventos espontâneos, o que dificulta a sua prevenção, mas atitudes preventivas, como o uso de cintos de segurança, práticas esportivas seguras e medidas para evitar quedas, especialmente em ambientes de alto risco, ajuda a reduzir esses riscos”, explica.

É possível curar uma lesão na coluna?

Quanto mais vértebras são afetadas pela lesão, maiores podem ser as complicações e menores as chances de reversão total dos efeitos, mas em alguns casos é possível tratá-las, explica Dr. Luiz Felipe.

“O tratamento de lesões na coluna geralmente envolve uma abordagem multidisciplinar, incluindo cirurgia, fisioterapia e terapia ocupacional. Tratamentos mais recentes, como células tronco, também podem ajudar, assim como próteses e órteses”.

“No entanto, nem todos os tipos de lesões na coluna podem ser curadas, quanto mais profunda e mais ampla for a lesão, afetando mais de uma vértebra, ou lesão extensa medular, por exemplo, maiores os riscos de efeitos irreversíveis”, afirma.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.