14/03/2023 às 14h44min - Atualizada em 15/03/2023 às 00h01min

Saiba como prevenir dermatites em cães e gatos no verão

Chegou o verão, e com ele o aumento no índice de problemas de pele

SALA DA NOTÍCIA Fernanda de Souza Martins

Chegou o verão, e com ele o aumento no índice de problemas de pele, as temidas dermatites. Mas, afinal como preveni-las?

Dermatite é o nome dado ao grupo de doenças caracterizados por inflamações na derme, uma das camadas da pele. Essas alterações são muito comuns, podem se apresentar de variadas formas, e possuem diversos fatores de predisposição, que merecem atenção dos tutores.

Coceira, descamações, vermelhidão, queda de pelo, presença de feridas com ou sem pus, mau cheiro, oleosidade excessiva em algumas áreas, crostas e desconforto, podem ser alguns dos sinais apresentados. Ao observar qualquer alteração, é primordial buscar atendimento Médico Veterinário.

“Dentre as causas mais importantes, temos as dermatites alérgicas e infecciosas. As alérgicas podem acontecer, pelo contato com produtos químicos, medicamentos, tecidos, componentes da alimentação, e até pela picada de pulgas. Já as causas infecciosas, acontecem por conta da proliferação de fungos e bactérias na pele.” Explica a Médica Veterinária Stefanie analista técnica de marketing da Syntec.

“As dermatites, ainda podem ser causadas por lambedura excessiva, por fatores genéticos como dobras em excesso, se apresentarem de forma difusa ou localizada, como as pododermatites que acometem os membros dos pets.” acrescenta Stefanie.

Algumas raças de cães tais como: Lhasa apso, Shih Tzu, Golden Retriever, Shar Pei, Poodle, Pitbull, Labrador e Cocker Spaniel podem ser mais predispostas. Stefanie explica que essas enfermidades acometem cães e gatos, mas são mais comuns em cães.

A grande maioria das dermatites pode ser prevenida, com banhos regulares com shampoos específicos para pets, higiene, e uma atenção especial para a secagem do pelo e da pele para evitar umidade que favorece o desenvolvimento de fungos. A veterinária destaca ainda, necessidade de controlar ectoparasitas periodicamente, com o uso de medicamentos na forma de comprimidos ou de pipetas, indicados pelo Médico veterinário que acompanha o pet periodicamente.

Em seu amplo portfólio, a Syntec do Brasil oferece soluções com shampoos para cuidar da saúde da pele de cães e gatos.

Banho pet é um shampoo ectoparasiticida à base de diazinon, indicado para o tratamento imediato contra pulgas e carrapatos. Já o shampoo Micodine tem na formulação os princípios ativos o antifúngico cetoconazol e clorexidine, um antisséptico que combate bactérias oportunistas. Micodine é indicado no tratamento de afecções da pele em cães e gatos causados por fungos e bactérias. Devido a presença de agentes hidratantes, não promove o ressecamento do pelo.

Por fim, Peroíla, formulado com peróxido de Benzoíla, é recomendado para auxiliar no tratamento curativo ou profilático das principais piodermites, dermatites interdigitais, de dobras cutâneas e para os animais que apresentam problemas relacionados à seborreia e inflamação.

Os shampoos são indicados apenas para cães e gatos mediante prescrição veterinária e não devem ser usados em animais que apresentam sensibilidade aos componentes da fórmula. Além disso, Peroíla não deve ser administrado em filhotes com menos de 4 meses de idade.

Sobre a Syntec: A Syntec é uma indústria de produtos para saúde animal 100% brasileira e há 18 anos no mercado, com foco em medicamentos e suplementos veterinários de alta complexidade. Seu portfólio é amplo, incluindo terapêuticos, especialidades, produtos para higiene e saúde, suplementos e, agora, vacinas animais. Mais informações: www.syntec.com.br


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.