29/02/2024 às 17h53min - Atualizada em 01/03/2024 às 20h02min

Fim das estações chuvosas intensifica multiplicação da mosca-dos-chifres

Para conscientizar pecuaristas sobre a importância do controle dos insetos, Vetoquinol Saúde Animal compartilha conhecimento em jornadas técnicas

Irvin Dias Costa de Souza Garcia
Livre
O final do período das águas se aproxima do fim e abre espaço para a transição para as estações mais secas. Assim como no início das chuvas, a redução das precipitações é o momento preferido de multiplicação e infestação de um dos insetos que mais afetam a produtividade na pecuária e o bem-estar de bovinos: a mosca-dos-chifres (Haematobia irritans). A Vetoquinol, com a responsabilidade de ser uma das oito maiores indústrias de saúde animal do mundo, realiza encontros de conscientização para o controle do inseto em todo o país.

“A luta contra este inseto hematófago, que causa perdas de cerca de R$ 3 bilhões anuais na pecuária brasileira, não é fácil. Para ter sucesso gradativo e aumentar a produtividade, é necessário ser efetivo. Compartilhar conhecimento técnico e os riscos da infestação ajudam os pecuaristas. A Vetoquinol realiza a Jornada Fiprotag, ciclo de eventos que leva informação e tecnologia aos criadores”, explica Antônio Coutinho, gerente de marketing e serviços técnicos da Vetoquinol.

Cerca de 50 moscas podem picar o animal aproximadamente 1.000 vezes em um dia, o impedindo de ganhar até 40 quilos de peso vivo. O ciclo do inseto é curto e apenas uma mosca pode colocar 20 ovos por vez, sendo capaz de ovopositar até 15 vezes, o que potencializa ainda mais sua multiplicação no ambiente. “São insetos que se alimentam do sangue e atacam o animal tanto durante o dia como à noite – o que torna o seu controle ainda mais complexo”, ressalta Coutinho.

Os insetos da espécie Haematobia irritans têm atração maior por bovinos machos e animais de pele escura. Seus ataques são doloridos e podem reduzir a libido dos animais, afetando a reprodução. Além disso, bovinos mais jovens podem desenvolver anemia por conta das infestações. A ocorrência da mosca-dos-chifres no rebanho com frequência também pode potencializar o aparecimento de infecções secundárias ainda mais sérias e resultar em desvalorização do couro.

A solução repelente da Vetoquinol foi testada a campo pela Universidade Federal de Mato Grosso do Sul (UFMS). Na prática, o brinco zerou as infestações de mosca-dos-chifres em bovinos após 30 minutos da aplicação e comprovou efetividade por até 210 dias.
“O brinco Fiprotag® 210 é um case de sucesso no mercado. Trata-se de uma solução que remove a infestação animal de forma quase que mediata, proporcionando conforto, bem-estar e retorno ao ganho de peso e às condições normais de integridade física e produtividade. Essa tecnologia está disponível a pecuaristas de todo o país”, finaliza o especialista.

A Vetoquinol objetiva proteger milhões de cabeças de gado e milhares de propriedades rurais em todas as regiões do Brasil com a Jornada Fiprotag, a partir do compartilhamento de conhecimento técnico sobre as infestações da mosca-dos-chifres.

Sobre a Vetoquinol Saúde Animal
A Vetoquinol Saúde Animal está entre as 10 maiores indústrias de saúde animal do mundo, com presença na União Europeia, Américas e região Ásia-Pacífico. Em 2022, o faturamento global foi de € 540 milhões. Com expertise global conquistada ao longo de 90 anos de atuação, a empresa também cresce no Brasil, onde expande suas atividades desde 2011. Grupo independente, a Vetoquinol projeta, desenvolve e comercializa medicamentos veterinários e suplementos destinados à produção animal (bovinos e suínos), animais de companhia (cães e gatos) e equinos. Desde sua fundação, em 1933, na França, combina inovação com diversificação geográfica.

O crescimento do grupo é impulsionado pelo reforço do seu portfólio de soluções associado a aquisições em mercados de alto potencial de crescimento, como a brasileira Clarion Biociências, incorporada em 2019.
No Brasil, a Vetoquinol tem sede administrativa em São Paulo (SP) e planta fabril em Aparecida de Goiânia (GO), atendendo todo o território nacional. Em termos globais, gera mais de 2,5 mil empregos.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.