08/03/2023 às 20h03min - Atualizada em 09/03/2023 às 00h02min

Dia Internacional da Mulher | As vozes femininas do MLBB

Carla Held (Brasil) e Milita Gaming (Peru) e comentadoras dos torneios profissionais de Mobile Legends: Bang Bang, falam sobre os desafios e oportunidades para as mulheres no mundo dos games

SALA DA NOTÍCIA Thiago Rui
Divulgação: MOONTON Games

Desde o início do século XX, as vozes de milhares de mulheres têm sido ouvidas mais fortemente na América Latina, exigindo igualdade de gênero em oportunidades e direitos. O empoderamento feminino se destacou em várias áreas, abrindo caminho e tendo cada vez mais impacto em diferentes segmentos, como os esports.


Os torneios de Mobile Legends: Bang Bang não diferem deste cenário com duas vozes femininas que se destacam como comentaristas das partidas: Carla Held (Brasil) e Milita Gaming (Peru). Por ocasião do Dia Internacional da Mulher, neste 08 de março, elas compartilham a sua experiência no cenário dos games e esportes e convidam mais mulheres a trazer a sua voz e talento para esse universo.

 

Carla é comentarista da MPL BR Season 4, que iniciará a sua fase regular com transmissões ao vivo no próximo sábado, 11 de março. Milita participa como comentarista do Mobile Legends: Bang Bang LATAM Super League, o torneio regional que iniciou as suas transmissões ao vivo no último fim de semana e inclui apenas países de língua espanhola.

 

"Eu digo às mulheres latino-americanas que desejam ser comentaristas para não desistirem, criarem laços e ajudarem outras mulheres. Qualquer projeto se torna muito mais fácil quando há outra mulher ao seu lado te apoiando", diz Carla Held.

 

(Foto: Milita Gaming no torneio interuniversitário peruano)

 

Milita também destacou a importância de apoiar outras mulheres e considerou que não é fácil se posicionar dentro do cenário competitivo, mas afirmou que o mais importante é ter um objetivo claro para lutar todos os dias. "Em cinco anos, me vejo como embaixadora ou até uma treinadora para todas as mulheres que desejam ir longe nos esports. Desistir não está entre os meus projetos. Graças ao Mobile Legends, eu tive muitas oportunidades para brilhar e espero continuar crescendo", explica a comentarista peruana.

 

Fazer parte do painel de comentaristas latino-americanos em um Campeonato Mundial de Mobile Legends: Bang Bang e participar do evento pessoalmente são alguns dos sonhos de Milita. "Adoraria poder sentir toda a emoção de cada jogo da Copa do Mundo, além de conhecer meus ídolos das equipes de transmissão e jogadores que admiro", confessou.

 

Além de se tornar uma referência nessa área, o objetivo de Carla é desenvolver um projeto social no Brasil para a profissionalização de mulheres em esports e ajudar mães que vivem em situação de vulnerabilidade social. "Quero apoiá-las para que tenham oportunidades de estudar e se desenvolver profissionalmente, além de fornecer ajuda financeira para que possam se dedicar aos seus estudos e ter uma infraestrutura para cuidar de seus filhos durante os períodos em que estão em aula", afirma a comentarista brasileira.

 

Sobre os desafios que as mulheres enfrentam no ambiente de jogos, Carla Held afirmou que já se percorreu um longo caminho nesse sentido, mas ainda há muito a ser alcançado. A comentarista reforçou seu convite para que mais mulheres se juntem ao universo gamer e façam suas vozes serem ouvidas, assim como as delas em Mobile Legends: Bang Bang.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.