05/09/2023 às 09h56min - Atualizada em 09/09/2023 às 00h03min

A primeira mulher faixa-preta de Krav Maga do Centro-Oeste é de Goiás

A Professora Teomália Barbosa, responsável pela disseminação da modalidade no estado, recebeu sua graduação das mãos de Grão Mestre Kobi Lichtenstein, a maior autoridade do Krav Maga na América Latina.

Roberta
www.kravmaga.com.br 
Federação Sul Americana de Krav Maga
É faixa-preta! Teomália Barbosa, instrutora habilitada pela Federação Sul Americana de Krav Maga (FSAKM), referência mundial em qualidade e a precursora do Krav Maga na América Latina, recebeu sua graduação como faixa-preta, no último dia 17 de agosto, em grande evento realizado no Rio de Janeiro, onde fica a sede da FSAKM.

Com isso, Teomália é alçada a Professora de Krav Maga e passa a integrar o seleto grupo de faixas-pretas que a FSAKM formou na América Latina em seus 33 anos de história. “Comecei a treinar em abril de 2005 em Brasília.  Em 2006 ajudei minha irmã a sair de uma situação de agressão e nunca esqueci o olhar de agradecimento que ela me deu. Desse dia em diante, percebi que meu objetivo seria ajudar outras pessoas a voltarem vivas pra casa. Fiz o curso de instrutor de Krav Maga em 2010 e levei a modalidade para Goiás em outubro de 2010”, conta Teomália Barbosa, hoje a primeira mulher faixa-preta no estado e a primeira mulher faixa-preta do Centro-Oeste brasileiro em Krav Maga.

Teomália Barbosa, nascida em Brasília, em 1987, é a primeira instrutora autorizada por Mestre Kobi para difundir e ensinar o Krav Maga no Estado de Goiás. Foi praticante de várias artes marciais e é formada em Gestão de Segurança Pública. Hoje, ela responde pela difusão do Krav Maga em Goiás, sob a supervisão da Federação Sul Americana de Krav Maga.


Merecimento, dedicação e responsabilidade

O israelense Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-vermelha – 8º Dan), que preside a Federação Sul Americana de Krav Maga, foi aluno direto do criador do Krav Maga Imi Lichtenfeld e também o seu primeiro aluno destinado levar a técnica para além do Estado de Israel.

Mais do que ensinar o Krav Maga, a sua missão é a de cuidar para que o Krav Maga de Imi seja preservado exatamente da forma como foi criado.

Assim, desde a sua chegada à América Latina, mais precisamente ao Rio de Janeiro, Brasil, Grão Mestre Kobi vem atuando com grande responsabilidade e hoje tem o reconhecimento mundial por manter o ensino e a prática do Krav Maga da mesma forma como foi desenvolvido e ainda é utilizado em Israel.

Isso significa que um faixa-preta formado pela FSAKM realmente está preparado para atuar, caso seja acometido por alguma ameaça ou ataque, mas também para ser reconhecido como um cidadão diferenciado por sua formação.

Significa também que quando qualquer pessoa procura por um Instrutor habilitado pela FSAKM ele estará treinando com um profissional que um dia já foi um monitor (que após alguns anos de aulas de Krav Maga foi indicado para uma preparação de 80 horas em regime fechado para ser aprovado para a função) que auxiliava seu próprio Instrutor.

Depois disso, esse monitor foi indicado ao Curso de Instrutores e aprovado em uma seletiva com avaliação psicotécnica, teste físico e exame técnico; que além das 400 horas do Curso de Instrutores, também cursou matérias complementares de anatomia, fisiologia, nutrição esportiva, primeiros socorros, filosofia das artes marciais e marketing, com carga horária mínima de 20 horas em cada matéria, em instituições reconhecidas pelo MEC. E que foi aprovado nas provas finais do curso e em sua monografia. “Isso se traduz em segurança para quem treina”, afirma Grão Mestre Kobi.

“A rigidez de cada exame, de cada teste, de cada avaliação é o que garante que o Krav Maga de Imi Lichtenfeld se perpetue. Esse é o diferencial da Federação Sul Americana de Krav Maga e é por isso que somos reconhecidos mundialmente pela excelência do trabalho, tanto no mundo civil, quanto no militar, formando uma sociedade melhor por meio do Krav Maga”, completa Grão Mestre Kobi.


Sobre a Federação Sul Americana de Krav Maga - referência mundial em qualidade, é a precursora do Krav Maga na América Latina. Conta com representação no Brasil, México, Argentina e Portugal, onde trabalha pela preservação da filosofia, didática e técnica do Krav Maga, tal como foi criado e ainda é aplicado em Israel.

É presidida por Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-vermelha – 8º Dan), aluno direto do criador do Krav Maga, Imi Lichtenfeld e seu primeiro aluno a sair de Israel para difundir a modalidade. Vivendo no Brasil desde 1990, Grão Mestre Kobi forma e atualiza pessoalmente seus instrutores, garantindo a qualidade e a ética do Krav Maga praticado na Federação Sul Americana de Krav Maga. 

Para saber mais, acesse: www.kravmaga.com.br 


Sobre o Krav Maga Mestre Kobi – a maior organização de Krav Maga no mundo, a Federação Sul Americana de Krav Maga é referência mundial em qualidade e a precursora do Krav Maga na América Latina. Conta com representação no Brasil, México, Argentina, Portugal, Estados Unidos e Canadá, onde trabalha pela preservação da filosofia, didática e técnica do Krav Maga, tal como foi criado e ainda é aplicado em Israel. É presidida pelo israelense, Grão Mestre Kobi Lichtenstein (faixa-vermelha – 8º Dan), aluno direto do criador do Krav Maga, Imi Lichtenfeld e seu primeiro aluno a sair de Israel para difundir a modalidade. 

Vivendo no Brasil desde 1990, Grão Mestre Kobi, que também é ex-combatente nas Forças de Defesa de Israel, com MBA em Segurança Nacional e Terrorismo pela Israeli College fo Security and Investigation em Hod Hasharon em Israel e Newport University, nos Estados Unidos, forma e atualiza pessoalmente seus instrutores, garantindo a qualidade e a ética do Krav Maga praticado na Federação Sul Americana de Krav Maga.   
 
Para saber mais, acesse: www.kravmaga.com.br 
Facebook: @mestrekobikravmaga 
Instagram: @kravmaga_mestrekobi 
ThreadsApp: @kravmaga_mestrekobi
Twitter: @KravMagaKobi 
Youtube: Krav Maga Mestre Kobi
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.