05/09/2023 às 14h28min - Atualizada em 06/09/2023 às 00h03min

Histórias de Superação no Esporte: Inspirando Esperança e Saúde Mental no Setembro Amarelo

Esporte se mostra como um aliado na luta pela saúde mental, destacando histórias de superação e conscientização durante o mês dedicado à prevenção do suicídio

KR2 Comunicação
Loic VENANCE/AFP

Em um contexto de crescente busca por bem-estar mental, o esporte emerge como uma ferramenta poderosa de transformação e esperança. À medida que o mês de setembro se aproxima, conhecido como Setembro Amarelo, dedicado à prevenção do suicídio, histórias inspiradoras de atletas que encontraram no esporte um apoio vital para suas saúde mental se destacam, incentivando um diálogo aberto e a busca por apoio psicológico.
 

Paulo Santiago, professor de educação física na Universidade de São Paulo (USP) e especialista na intersecção entre esporte e saúde mental, oferece uma visão aprofundada sobre essa conexão. Segundo ele, “A prática regular de atividade física estimula a liberação de neurotransmissores, como endorfinas e serotonina, diretamente ligados ao bem-estar emocional. Além disso, a participação no esporte pode servir como um mecanismo de enfrentamento, auxiliando as pessoas a lidar de maneira mais eficaz com o estresse e a ansiedade”.

 

Um estudo conduzido por Smith et al. (2022) e publicado na revista "Journal of Sports Psychology" corrobora essa conexão entre atividade física e saúde mental. A pesquisa demonstrou que a prática regular de esportes não apenas contribui para a melhoria do estado de ânimo, mas também está associada a níveis reduzidos de depressão e ansiedade. Isso reforça a relevância do esporte como um aliado eficaz na promoção da saúde mental.
 

Neste cenário, destaca-se a história de Stefan Santille. Como atleta de snowboard e fundador da marca de vestuário streetwear Ursofrango, ele utiliza sua própria jornada como um exemplo inspirador de superação, tendo em vista que a Ursofrango não apenas opera no setor da moda, mas também destina todas as suas vendas para investir no esporte e no gerenciamento de carreiras de jovens atletas, com o objetivo de oferecer oportunidades e apoio emocional, algo que segundo ele não contou no início de seu desenvolvimento como atleta.

 

Santille afirma que “O esporte não é apenas uma competição física, mas uma batalha mental contínua. A pressão, comparações e desafios podem ser esmagadores, especialmente para jovens atletas em desenvolvimento. Queremos transmitir a mensagem de que, por meio do esporte, podemos cultivar resiliência e enfrentar esses desafios de cabeça erguida”.

 

A Ursofrango concentra-se especialmente em jovens atletas, reconhecendo os desafios únicos que eles enfrentam. A marca serve como um farol de apoio, incentivando a busca por ajuda profissional e promovendo a conscientização sobre a saúde mental. “Através do esporte, queremos comunicar que não estamos sozinhos. A jornada pode ser difícil, mas a força interior que cultivamos nos torna mais resilientes”, destaca Santille.
 

Um estudo longitudinal conduzido por Johnson et al. (2021) e publicado na revista "Sports Science & Medicine" analisou o impacto da participação esportiva na autoestima e no bem-estar mental de jovens atletas. Os resultados indicaram que a prática esportiva regular estava positivamente correlacionada com a autoimagem positiva e a redução dos níveis de ansiedade, destacando o potencial do esporte como um recurso para fortalecer a saúde mental juvenil.
 

O Setembro Amarelo é um lembrete crucial de que cuidar da saúde mental é essencial para todos, independentemente de suas circunstâncias. No mundo esportivo, a narrativa de superação, resiliência e apoio mútuo está ganhando força, inspirando uma nova geração de atletas e promovendo um diálogo aberto sobre um tema muitas vezes negligenciado.
 

Enquanto atletas como Stefan Santille e iniciativas como a Ursofrango lideram pelo exemplo, a esperança é que o esporte continue a se destacar como uma ferramenta que não apenas cria campeões, mas também cultiva mentes fortes e saudáveis. “O esporte tem o potencial não apenas de moldar atletas de sucesso, mas também de salvar e transformar vidas. É uma ferramenta que vai além da competição”, conclui Santiago.

 

Sobre a Ursofrango

A Ursofrango é uma marca que atua como gestora de atletas e venda de produtos de streetwear para o público voltado aos esportes radicais e moda urbana, que reverte o lucro da venda das peças aos atletas do time da marca. A empresa, que começou com vestuário, percebeu uma grande lacuna diante do processo complexo de profissionalização de esporte radicais no Brasil e efetivou, de forma pioneira no país, um formato de gestão de carreira, possibilitando que talentos tenham a chance de progredir no esporte.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.