05/09/2023 às 15h32min - Atualizada em 06/09/2023 às 00h01min

Estudo aponta que semaglutida pode diminuir em um quinto os riscos de eventos cardiovasculares

Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista, alerta para uso sem indicação

Mariana Garrett Paker Rodrigues
http://drrizzieri.com.br/
FreePik

Na última semana, um estudo chamado SELECT mostrou que a substância semaglutida diminui em 20% o risco de infarto e AVC em pessoas com doença cardiovascular estabelecida. Trata-se de um medicamento usado em pacientes com diabetes tipo 2, mas que também tem efeitos na redução da gordura corporal e, segundo a primeira informação revelada pela pesquisa, é possível que possa ajudar também na proteção do coração. 

“Os estudos são muito bem-vindos, pois são eles que atestam a eficácia de um tratamento e, mais importante ainda, sua segurança”, afirma o Dr. Rizzieri Gomes, médico cardiologista, focado na mudança do estilo de vida (MEV) de seus pacientes. “Nesse sentido, vamos todos acompanhar os resultados que devem ser divulgados daqui a alguns meses. Por enquanto, o maior interesse segue sendo acadêmico, pois não há ainda nenhuma indicação de uso para esta finalidade. Ninguém deve fazer uso de medicamentos sem a recomendação de um profissional de saúde”, lembra.

A semaglutida é uma molécula semelhante a um hormônio produzido no intestino, que aumenta a liberação de insulina e diminui a glicose no sangue. Ela também atua na redução da formação de placas nas artérias, que podem obstruir o fluxo sanguíneo e causar problemas cardíacos. Além disso, ela estimula receptores no cérebro que controlam a saciedade, levando a uma menor ingestão de calorias e perda de peso, e pode ser encontrada na forma de comprimidos ou de injeções subcutâneas. A dose usada no estudo SELECT foi de 2,4 miligramas por semana, maior do que a dose indicada para o diabetes, de 1 miligrama por semana. Essa dose maior não causou efeitos adversos graves nos participantes do estudo.

Ainda não há indicação na bula da semaglutida para tratar a obesidade, mas ela já é usada nesse sentido por alguns profissionais de saúde. Nos Estados Unidos, ela foi aprovada pela FDA para esse fim, sob o nome de Wegovy. No Brasil, o medicamento deve estar disponível apenas no próximo ano.

O tratamento com a semaglutida deve ser acompanhado de hábitos alimentares saudáveis e prática regular de exercícios físicos. Ele também deve ser feito sob orientação médica, pois há contraindicações e possíveis efeitos colaterais. “Não existem soluções mágicas. Esta pode ser mais uma arma para proteger o coração e combater o diabetes e a obesidade, mas ainda não temos essa indicação. O melhor a fazer segue sendo adotar hábitos de vida mais saudáveis. Como costumo dizer, o investimento mais seguro para se fazer na saúde é evitar as doenças” finaliza o Dr. Rizzieri.

O médico ainda dá algumas dicas de como melhorar seu estilo de vida:

  • Optar por uma alimentação balanceada: reduzir a ingestão de alimentos gordurosos ou ricos em açúcares, enlatados ou embutidos e dar preferência a alimentos frescos como frutas e legumes;

  • Manter-se sempre hidratado: beber água garante que tudo o corpo consiga funcionar bem, uma vez que o líquido ajuda na digestão, facilita a circulação, fortalece os músculos, contribui com o cérebro e até mesmo com o funcionamento do coração;

  • Praticar exercícios físicos regularmente: fazer exercícios de três a cinco vezes por semana, pois manter-se ativo traz benefícios, com inúmeras vantagens. Se movimentar é essencial para aumentar a vitalidade da pessoa, reduzir o estresse e manter a mente funcional. Escolher o exercício apropriado é o primeiro passo;

  • Dormir bem: dormir não é apenas uma necessidade de descanso mental e físico: durante o sono ocorrem vários processos metabólicos que, se alterados, podem afetar o equilíbrio de todo o organismo a curto, médio e, mesmo, a longo prazo;

  • Seguir sempre as recomendações do profissional de saúde.

 

Sobre o Dr Rizzieri Gomes

Homem de terno e gravata    Descrição gerada automaticamente

Homem de terno e gravata Descrição gerada automaticamente

Mini Biografia: É médico cardiologista, focado na mudança do estilo (MEV) de seus pacientes, como ele mesmo define: tratar de saúde em vez de doenças. Foi o responsável pela implantação do protocolo de dor torácica no Hospital Check Up, de Manaus e por transformar a maneira como o infarto agudo do miocárdio é tratado na cidade, reduzindo a mortalidade por infarto agudo. Mais informações sobre o Dr. Rizzieri Gomes podem ser consultadas no site.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.