05/09/2023 às 21h54min - Atualizada em 06/09/2023 às 00h00min

Cristo Redentor abraça a floresta para celebrar o Dia da Amazônia 

Como parte de uma grande mobilização pela proteção da Amazônia, o Cristo Redentor será iluminado de verde na noite desta terça-feira (05/09), como parte de várias iniciativas do  Tempo da Criação, especialmente a campanha Amazônia Sem Fome, organizada pela  REPAM-Brasil 

REPAM - Brasil
REPAM-Brasil

No alto do Morro do Corcovado, o Cristo Redentor abraça a Amazônia, um dos biomas  mais ricos em sociobiodiversidade do mundo. O monumento será iluminado nesta terça-feira,  5 de setembro, às 19h, na cor verde, para recordar o compromisso urgente em proteger e  defender o bioma, que além de guardar espécies da fauna e da flora, é o território onde vivem  povos indígenas, comunidades ribeirinhas, quilombolas e outros grupos tradicionais. Hoje é  celebrado o Dia da Amazônia e a iluminação faz parte de uma série de outras atividades  realizadas pela Igreja, universidades e organizações da sociedade civil para marcar essa data.  

A iluminação é mais especial em 2023 porque reforça o convite da Rede Eclesial Pan Amazônica (REPAM-Brasil) com a Campanha Amazônia Sem Fome, em parceria com o  Santuário Arquidiocesano Cristo Redentor. Milhões de pessoas estão sem comida ou com  acesso precário a alimentos sem qualidade. Comprometidos com o Evangelho de Jesus que  pede para dar de comer a quem tem fome, e em continuidade ao tema da Campanha da  Fraternidade 2023, a REPAM-Brasil realiza essa campanha para engajar os católicos e católicas  em ações de enfrentamento à fome, e para que as instituições públicas, especialmente os  legisladores e executores de políticas públicas, efetivem medidas audaciosas para garantir o  direito à alimentação dos povos na Amazônia.  

Para Dom Evaristo Spengler, “o abraço do Cristo Redentor na noite do Dia da  Amazônia é um abraço em tantos irmãos e irmãs que vivem sem acesso à comida. É um abraço  do próprio Jesus que se compadece com as dores do povo e caminha com este povo, na 

Amazônia, para encontrar caminhos de superação das injustiças e da violência contra a Criação  de Deus, nossa Casa Comum”, afirma o bispo de Roraima e Presidente da REPAM-Brasil.  

“Neste Dia da Amazônia, o Vicariato para o Meio Ambiente e Sustentabilidade, da  Arquidiocese do Rio de Janeiro, manifesta a solidariedade com as duas riquezas deste bioma:  a riqueza das culturas dos povos originários e tradicionais e a riqueza da biodiversidade. Não  podemos deixar que estas riquezas da Casa Comum sofra a humilhação antropológica da fome  e da devastação ambiental. Amazônia é o patrimônio nacional e internacional que Deus colocou  em nossas mãos para ser cuidado, amado e preservado com responsabilidade”, afirma o vigário  episcopal para o Meio Ambiente e Sustentabilidade, Padre Josafá Siqueira SJ. 

Além de integrar a programação especial do Dia da Amazônia, a iluminação marca uma  das etapas do Tempo da Criação, que começou no dia 1º de setembro e culminará em 4 de  outubro, Dia de São Francisco de Assis. No Brasil, o Tempo da Criação é organizado pela  Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), Movimento Laudato Si’, REPAM-Brasil  e outras organizações da Igreja e da sociedade civil.  

SERVIÇO: 

Iluminação do monumento ao Cristo Redentor na cor verde pelo Dia da Amazônia Data: 5 de setembro de 2023 

Horário: 19h


 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.