31/08/2023 às 12h52min - Atualizada em 02/09/2023 às 00h03min

Festival Santista de Teatro (FESTA) atinge sua 65ª edição e ocupa teatros e espaços públicos da cidade do litoral paulista até 7 de setembro, com 15 espetáculos gratuitos

Abertura será dia 1º de setembro, no Teatro Sesc Santos, às 20h, com o espetáculo convidado “Cordel Do Amor Sem Fim – Ou A Flor do Chico”, do grupo teatral Os Geraldos, de Campinas (SP), com direção de Gabriel Vilela

LN Textos
Divulgação
Entre os dias 1 e 7 de setembro a cidade de Santos (SP) recebe o 65º Festival Santista de Teatro  [FESTA65], mais antigo festival de artes cênicas em atividade no Brasil. 

O evento, gratuito, ocupará salas de teatro, espaços alternativos e ruas da cidade com obras de variados gêneros e formatos, para o público adulto e infanto-juvenil. A programação completa está disponível no site
www.festivalsantistadeteatro.com.br.

O tema desta edição é "65 Anos de FESTA - Das Lutas de Pagu Até O Fomento Ao Teatro" e propõe um olhar sobre as novas possibilidades abertas para os coletivos teatrais, especialmente aqueles com pesquisa continuada, como  a aprovação da Lei Sérgio Mamberti de Fomento ao Teatro para a Cidade de Santos. Além disso, reafirma sua história de pioneirismo e vanguarda, na figura de sua criadora, a escritora, ativista política e jornalista Patrícia Galvão, a Pagu (1910-1962).

Abertura - O espetáculo convidado para a abertura do [FESTA65] é “Cordel Do Amor Sem Fim – 
Ou A Flor do Chico”, do grupo campineiro Os Geraldos, com dramaturgia de Claudia Barral e direção de Gabriel Vilela, um dos mais  premiados e reconhecidos diretores da cena teatral brasileira. A sessão acontece no dia 1º de setembro, sexta-feira, às 20h, no Teatro Sesc Santos (R. Conselheiro Ribas, 136 – Aparecida), com entrada gratuita.

Mostras Oficiais - A escolha dos nove espetáculos que compõem a Mostra Regional do [FESTA65] se deu por meio de curadoria coletiva, com participação de representantes dos 37 trabalhos inscritos. São eles: “Jantar Com Daddy”, de André Leahun (Santos), “Eu-Fêmea: Matiz Sob Silêncio E Vertigem”, da Incena Brasil (Cubatão), “Contr’A’taque”, da Equipe Plataforma (São Vicente), “La Monstrua”, de Danielle Lima (Guarujá), “EntrƎ”, da Cia PlástikOnírica (Santos), “Democraceria LTDA”, da Trupe Olho da Rua (Santos), “As Fuás”, da Bordallo Produções (Santos), “Terceiro Sinal”, da Casa3 (Guarujá) e “O Baú de Candoca”, do Teatro Experimental de Pesquisa - TEP (Santos).

Já a Mostra Estadual terá três espetáculos: “Circo Fubanguinho”, da Trupe Lona Preta (São Paulo-SP), “Do Outro Lado do Muro”, da Espontânea Cultural e Grupo Xingó (São Paulo-SP); e “O Vestido da Rainha”, da Cia. Bambolina (Paraguaçu Paulista-SP).

Programação paralela - A programação paralela do [FESTA65] reúne as seguintes atrações: intervenções de dança e artes urbanas do grupo Baixada Hip-Hop; workshop de canto com o ator, cantor e preparador vocal Marcelo Boffat; o lançamento do livro Parlapatões no Ato, de Cuca Nakasone (Edições Sesc); as festas “A Praça É Nossa” e “Baixada Vermelha”; e a feira de gastronomia e artesanato do Coletivo Afrotu.

O [FESTA65] é uma realização do Movimento Teatral da Baixada Santista, em parceria com o Sesc Santos e a Secretaria Municipal de Cultura - Prefeitura de Santos.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.