24/08/2023 às 22h09min - Atualizada em 28/08/2023 às 00h00min

Virada da Primeira Infância busca interação entre criança e família

Evento ocorre em São Paulo dias 25 e 26

SAX Comunicação
Liga Solidária/Divulgação
Mostrar a importância do brincar em família, em nove territórios da cidade de São Paulo, é um dos propósitos da Virada da Primeira Infância 2023, que a organização social Liga Solidária promove nos Centro de Educação Infantil (CEI) e nos Colégios Santa Amália, nos dias 25 e 26 de agosto. Com o evento, cujo tema deste ano é “Brincando que se aprende”, são beneficiados mais de 2 mil bebês e crianças de 0 a 5 anos, de famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

A Virada busca compartilhar com os familiares e a comunidade a visão da Liga Solidária sobre a Primeira Infância, provocar a reflexão sobre a importância de se brincar com a criança, buscando a interação desta com a família. Com o resgate de brincadeiras da infância, as crianças têm um processo de aprendizagem por meio de interações com objetos sonoros, elementos da natureza e materiais reutilizáveis.

“A partir de práticas pedagógicas, trabalhamos a concepção de criança protagonista, que cria, investiga, explora e descobre jeitos de brincar a partir das suas experiências”, afirma Neide Cavalcante, coordenadora dos Centros de Educação Infantil da Liga Solidária.

A proposta é que, por meio de instalações em praças e parques, as crianças se desenvolvam de maneira integral quando colocadas em contato com espaços planejados para o brincar. As instalações serão no Distrito Raposo Tavares (unidades Ipê, João de Barro, Pau Brasil, Primavera, Primeiros Passos e São Cesário), bem como os do Itaim (CEI Jardim Edite), Aricanduva (CEI Aricanduva), Jardim Ester Yolanda (CEI Menino Jesus), Jardim Japão (CEI Irmã Natividade), além de as três unidades do Grajaú (Jardim Manacás, Tia Dora e Yanni). Nos colégios Santa Amália, as atividades serão apenas no dia 26.

O Projeto Virada da Primeira Infância também quer encorajar os adultos envolvidos com a educação e acompanhamento das crianças, além de garantirem tempo significativo para o brincar, fazer-se presente nesse momento, deixando-se levar pela curiosidade, criatividade, simplicidade e imaginação das crianças.
 

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.