25/08/2023 às 16h22min - Atualizada em 27/08/2023 às 00h00min

Agosto Azul Vermelho alerta para cuidados com as doenças vasculares

Especialista reforça a importância de hábitos saudáveis e do tratamento precoce

Prezz Comunicação
Divulgação/Canva

A campanha Agosto Azul Vermelho é uma iniciativa da Sociedade Brasileira de Angiologia e Cirurgia Vascular (SBACV), que promove a conscientização da saúde vascular no Brasil. A ação tem objeto de disseminar conhecimento sobre a prevenção de doenças como varizes, trombose, aneurismas, entre outras. 

Segundo a Dra. Cristienne Souza, médica cirurgiã vascular, da clínica Venous, o conhecimento sobre as patologias vasculares é uma ferramenta crucial para o diagnóstico precoce e o tratamento eficaz. Ao identificar essas doenças em estágios iniciais, é possível evitar a progressão, agravamento e até mesmo o risco de morte. Fatores como tabagismo, sedentarismo, histórico familiar, envelhecimento e dislipidemia (alto nível de gordura no sangue) são comuns entre essas patologias.

De acordo com a médica, algumas das doenças que frequentemente afetam os vasos sanguíneos são: 

  • Trombose Venosa Profunda (TVP): Formação de coágulo sanguíneo em veias profundas, especialmente nas veias dos membros inferiores
  • Aneurismas: Dilatações nas paredes dos vasos sanguíneos, com ênfase na aorta abdominal e nas artérias cerebrais.
  • Doença Arterial Periférica (DAP): Causada pela aterosclerose, que provoca o acúmulo de gordura e cálcio nas artérias, levando à redução do fluxo sanguíneo para os tecidos irrigados.
  • Varizes: Veias dilatadas e tortuosas que se localizam abaixo da pele, muitas vezes resultando em desconforto e outras complicações.
 

Cristienne alerta que cada uma dessas condições pode evoluir para quadros mais complexos de saúde. “A TVP, por exemplo, pode culminar em uma embolia pulmonar, uma situação potencialmente fatal. Já os aneurismas, especialmente na aorta abdominal, podem levar à ruptura, causando uma perda significativa de sangue na cavidade abdominal”, explica a cirurgiã. “A DAP, por sua vez, pode interromper completamente o fluxo sanguíneo para os tecidos irrigados pela artéria obstruída, com risco de infarto e necrose dos tecidos. Quanto às varizes, complicações como tromboflebite e feridas persistentes são possíveis”, complementa Cristienne.

A médica ressalta que é essencial estar atento a sintomas, como dor ou cansaço nas pernas sem causa aparente, inchaço, e alterações de coloração e temperatura dos membros. Ela também destaca a importância de buscar orientação médica em caso da identificação de algum sinal de alerta. .

 

Para prevenir doenças vasculares e manter a saúde dos vasos sanguíneos, a Dra. Cristienne ressalta que alguns hábitos podem ser cruciais: “Adote uma dieta equilibrada, rica em frutas, vegetais, fibras e proteínas magras, evitando excesso de gorduras saturadas e açúcares; Monitore a pressão arterial, já que a hipertensão é um importante fator de risco para doenças cardíacas e derrames. Abandone o tabagismo, reconhecido como um grande fator de risco para doenças vasculares”, recomenda. A prática de exercícios físicos, controle de nível de açúcar no sangue, consultas periódicas e exames regulares com um cirurgião vascular também são outras medidas sugeridas pela médica.

Além dessas medidas, Cristienne enfatiza a importância do controle do estresse. O desgaste físico e mental pode impactar negativamente a saúde vascular. A cirurgiã sugere práticas como meditação, sono adequado e relaxamento para mitigar esses efeitos.


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.