23/08/2023 às 19h09min - Atualizada em 24/08/2023 às 00h02min

Cinco dicas para um passeio saudável com seu cachorro

A professora de Medicina Veterinária da UniSociesc, Rose Dorow, preparou algumas orientações que fazem toda a diferença

Genara Rigotti
www.memcomunicacao.com.br
Divulgação
Além de ajudar na saúde física, levar o cachorro para um passeio também pode ajudar a deixar ele mais relaxado e feliz. Ele entende, do jeitinho dele, que aquele momento é um ato de cuidado e amor do seu tutor. A atividade também melhora a socialização do pet com outros animais. No entanto, um simples passeio exige cuidados e pequenos detalhes podem fazer toda a diferença. 

A professora do curso de Medicina Veterinária da UniSociesc, Rose Dorow, reuniu algumas dicas importantes para um passeio saudável com seu cachorro. As dicas servem para aquela voltinha diária ou para uma passeio mais longo no fim de semana:

1- Ter as vacinas do seu mascote em dia
Uma das atitudes mais importantes de cuidado com o animal é manter ele imunizado e protegido de doenças. A vacina evita que o cão contraia ou passe doenças para outros animais. Especialmente nos passeios em locais que reúnem um grande número de pets, a forma mais eficaz de não deixar doenças se proliferarem é a vacinação. Desta forma, segundo a professora Rose, você também poderá deixar o cão mais à vontade durante o passeio, pois ele quer andar e farejar tudo. Isso faz parte da diversão dele. É a forma como ele vê o mundo e faz parte também da sua fisiologia, lembra a professora.

2- Sempre levar água para hidratar seu pet
Não importa muito se o dia está quente ou frio, os cachorros perdem muito líquido na respiração e na saliva e precisam de muita hidratação. Nos passeios em geral, é bom evitar roupinhas. Às vezes o tutor acha que o cão sente frio ou até mesmo acha bonito colocar a roupinha, mas o cachorro já tem uma temperatura corporal bem mais alta que a do ser humano. Portanto, a roupinha nem sempre garante conforto ao bichinho, alerta a professora Rose. Evitar as roupinhas nos passeios é importante para o bem-estar do cachorro.

3- Ter saquinhos cata-caca para não deixar resíduos pelo caminho
Este item, brinca a professora Rose, já é autoexplicativo. Segundo ela, é muito desconfortável e até constrangedor estar passeando e se deparar com caquinha de cachorro. Obviamente não é culpa do bichinho e sim do tutor. Também tem o fato de que as fezes do cachorro podem transmitir doenças para outros cães e para os humanos também, como verminoses e alguns parasitas.

4- Evitar passeios muito longos e em horários muito quentes
Como os cães ficam muito próximos do chão, mesmo no inverno eles acabam aquecendo e aumentando sua temperatura corporal muito mais que o ser humano numa caminhada. Passeios em horários muito quentes (ou em dias muito quentes) podem causar queimaduras e machucar as patinhas do cachorro, algo que ocorre com muita frequência, explica a professora Rose. Ela também alerta que algumas raças (como buldogues e pugs) já têm uma dificuldade natural de resfriar o ar e facilmente podem ter uma hipertermia, que é quando aumenta muito a temperatura do corpo. Por isso, a dica é evitar passeios muito longos. O ideal é ir testando e avaliando o quanto o cachorro consegue acompanhar sem sofrimento. Passeios são saudáveis e muito indicados, mas os tutores precisam ficar atentos porque às vezes o cachorro está tão motivado e quer tanto estar ali com seu tutor, que se esforça mais do que deveria fazendo um passeio mais longo.

5- Usar guia e peitoral confortável e segura
Existem vários tipos de guias, mas o tutor deve cuidar para que sejam confortáveis e seguras, para que o cão não se solte com facilidade e corra o risco de sair correndo e ser atropelado, por exemplo. A professora Rose reforça que às vezes o cachorrinho está tão feliz que vai sair para o passeio que nem reclama de uma guia inadequada. No entanto, o bichinho pode ter lesões na pele e até articulares. Segundo ela, estas lesões são bem mais comuns do que se imagina e acontecem ainda lesões na traqueia provocadas pela coleira, outro item que exige atenção redobrada em caso de uso.

Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.