17/08/2023 às 16h44min - Atualizada em 18/08/2023 às 00h03min

Piloto brasileiro participa de sete corridas em 24 horas e conquista recorde no Guinness Book  

Peter Michael Gottschalk participou de festival no autódromo de Tarumã, no Rio Grande do Sul, em 2020, e depois descobriu que o fato era inédito para o "Livro dos Recordes"

Glauco Braga
Comunicação Conectada
Divulgação

O Guinness World Records, mais conhecido como Guinness Book, possui uma galeria seleta de esportistas brasileiros que quebraram marcas. Não são muitos, mas a lista tem Ayrton Senna, Emerson Fittipaldi, Pelé, Ana Marcela Cunha até a skatista Rayssa Leal. O "Livro dos Recordes" é um sonho de muitos e é publicado anualmente. A primeira edição foi lançada em 27 de agosto de 1955 na Grã-Bretanha, por Sir Hugh Beaver, diretor-geral da cervejaria Guinness. O Brasil é conhecido por ter campeões mundiais Fórmula 1, mas a partir deste ano, um piloto que participou entre os dias 28 e 29 de novembro de 2020, de um festival no autódromo de Tarumã, em Viamão (RS), passou a integrar o tão cobiçado "Livro dos Recordes".

Trata-se de Peter Michael Gottschalk, também conhecido como Peter Tubarão, que participou de 12 corridas em dois dias, sendo sete consecutivas em 24 horas. Apaixonado por carros de corrida, sempre que há possibilidade ele participa de várias corridas no mesmo final de semana. "A equipe que eu sou o piloto tinha mais um carro para participar das outras corridas, então, resolvi fazer todas as que iriam acontecer no final de semana. Nem imaginei um recorde", disse. Peter ressalta que as pessoas começaram a dizer que nunca tinham visto um piloto participar de tantas corridas num mesmo final de semana. "Então, surgiu a ideia de pesquisar para verificar se eu realmente tinha conquistado essa marca". Depois de várias validações, a marca foi reconhecida pelo Guiness Book.

Peter destacou que o desafio exigiu muito física e psicologicamente dele e que ninguém acreditava que conseguiria "O meu chefe de equipe pensou que eu não poderia pilotar as 12 corridas no mesmo fim de semana. Decidi desafiá-lo e correr todas que aconteceram nas categorias do Campeonato Brasileiro de Turismo Nacional Class 1 - A e B e Copa Brasil de Turismo 1.4 BR", afirma.

Preparação

Peter disse que sua preparação antes da quebra do recorde não teve nada de especial. Fez musculação e treinos aeróbicos e manteve uma dieta saudável. "Não fiz nenhum treino específico para conquistar essa marca. Segui minha rotina diária de sempre". Ele afirmou ainda que os principais desafios foram físicos e mentais. Entre uma prova e outra, ele tomou alguns suplementos alimentares. "Como os carros ultrapassam os 200 km/h é importante que o piloto esteja muito bem. Esse foi com certeza o grande desafio".

Ao final das 12 corridas, quando estavam retornando para São Paulo, a equipe resolveu fazer um brinde para comemorar o final de semana. Nesse momento, o empresário sentiu o peso do esforço feito. "Eu não tive forças para levar o copo até a minha boca. Coloquei sobre a mesa e dormi na hora. Acordei duas horas depois. Demorei uma semana para me recuperar do cansaço extremo que tive nas corridas".

Sonho de infância

Ele cita que sempre gostou muito de corridas de carro e essa paixão começou aos quatro anos de idade. Como morava em uma fazenda, não conseguia praticar o esporte. Aos 13 anos, mudou com a família para São Paulo. Nesta época, fez um curso de kart, mas como o automobilismo era um esporte muito caro, não conseguia começar a competir. "Então, virei mecânico em uma equipe de kart, para que eu pudesse estar em contato com o esporte. Aos 16 anos, fiz o curso de pilotagem de carro de corrida, e consegui patrocínio para começar a correr no Campeonato Paulista. Aí, tudo começou mesmo".

Mais recordes

O detentor da marca de "maior número de corridas motorizadas concluídas em 24 horas (individual)" não pretende parar de quebrar recordes. O próximo já está agendado. Ele pretende ser o piloto que vai ficar por mais horas em uma prova de corridas de carro de longa duração. Peter projeta para breve. "Quem sabe seja nesse ano ainda!".

"Esta conquista foi escrita para a posteridade. É um feito e tanto não só para mim, como para toda a equipa que me apoiou para que este recorde fosse alcançado", declarou.

Confira no link o recorde: https://www.guinnessworldrecords.com/world-records/most-motor-races-in-24-hours 

Alguns esportistas brasileiros no Guinness:

1) Pelé, o atleta que mais gols fez durante toda a sua carreira. Atingiu essa marca 1.279 vezes entre os anos de 1956 e 1977, em 1.363 partidas que participou;

2) Ayrton Senna, líder em pole positions na Fórmula 1: foram 65 entre os anos de 1985 e 1994;

3)Emerson Fittipaldi foi o mais jovem a vencer na Fórmula 1, ele tinha 25 anos e 273 dias;

4) Gilberto Silva, que em 2002 fez um gol de 20,07 segundos numa partida pelo Arsenal. Foi considerado o mais rápido da Copa dos Campeões da Europa;

5) O cavaleiro Rodrigo Pessoa venceu por mais vezes a Copa do Mundo de Hipismo. Conseguiu três vitórias entre 1998 e 2000;

6) Ana Marcela Cunha é a maior vencedora do Circuito Mundial da FINA 10K, com 20 vitórias;

7) Flávio Jardim e Diogo Guerreiro percorreram todos os 8.120km do litoral brasileiro em pranchas de windsurf. A viagem que teve início no dia 17 de maio de 2004 somente terminou no dia 18 de julho do ano seguinte, considerada como a viagem mais longa nessa categoria;

8) Rayssa Leal, que conquistou a medalha de prata no skate street nas Olimpíadas de Tóquio, como uma das medalhistas olímpicas mais jovens de todos os tempos.

 


Este conteúdo foi distribuído pela plataforma SALA DA NOTÍCIA e elaborado/criado pelo Assessor(a):
U | U
U


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.