27/07/2023 às 11h01min - Atualizada em 30/07/2023 às 00h04min

Alunas de Mato Grosso são premiadas por projeto de limpeza dos rios

Estudantes e professora competiram com outros 39 projetos de três cidades do Estado

Rejane Guimarães
Ntics Projetos
Divulgação
Alunas de Mato Grosso são premiadas por projeto de limpeza dos rios



Estudantes e professora competiram com outros 39 projetos de três cidades do Estado
 
Alunas da EMEB Profª Maria Barbosa Martins, no bairro de Bom Sucesso, em Várzea Grande, receberam uma premiação concedida pelo Programa de Inovação e Empreendedorismo - PIE, patrocinado pelo Banco CNH Industrial, Case IH e CASE Construction Equipment. Por estarem às margens do rio Cuiabá, no projeto vencedor, elas propõem a construção de um barco movido a energia solar para fazer a limpeza de rios.
 
Desenvolvido pela NTICS Projetos, uma empresa do Grupo Nest que, há 20 anos, realiza ações culturais e socioambientais por todo o Brasil, o PIE é um programa que tem sido realizado em diversas regiões do país, sempre com o objetivo de estimular o pensamento empreendedor, o acesso à cultura e a sustentabilidade. No primeiro semestre de 2023, o Programa foi realizado no Mato Grosso com cerca de três mil alunos e 100 professores de escolas públicas das cidades de Cuiabá, Rondonópolis e Várzea Grande.
 
“A ação levou aos alunos e professores oficinas práticas sobre criatividade, inovação, design thinking, além de lhes ensinar a usar tudo isso para criar projetos propondo soluções para problemas do cotidiano e que são vivenciados por essas comunidades”, revela Igor Furniel, CEO do Grupo Nest, que afirma que neste período eles receberam 40 projetos feitos por alunos e professores.
 
Sob orientação da professora de Educação Física, Lorraynne Lhorrara, as alunas Flávia Sophia Almeida De Gimenis, Giovanna Nataly Dos Santos, Jenniffer Marques De Oliveira e Bheatryz Fernanda De Almeida Da Silva criaram o projeto Barco Solar, que visa implementar um purificador sustentável de água de rios poluídos por meio de um barco movido a energia solar. Segundo elas, o objetivo seria coletar e filtrar os resíduos presentes nos rios, contribuindo para a melhoria da qualidade da água, a preservação dos ecossistemas aquáticos e a promoção da sustentabilidade ambiental.
 
“Com o projeto, os alunos conseguiram perceber que vários conceitos que costumávamos trabalhar nas aulas e na disciplina de educação física também poderiam ser aplicados fora da escola. Creio que este tipo de ação seja um complemento importante no currículo escolar, porque os estimula a exercitar o pensamento crítico e a criar soluções para problemas reais e que fazem parte da vida deles”, finaliza a professora que, assim como cada aluna, também foi premiada com um tablet.


Informações para Imprensa
Bacuri Comunicação | Angelo Miguel
[email protected]
(11) 98437-9422 (WhatsApp)
www.bacuricomunica.com

Rejane Guimarães
(19) 98301-8313


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.