28/07/2023 às 09h43min - Atualizada em 29/07/2023 às 00h01min

Miomas: mitos e verdades

Apesar de comuns, tumores ainda são cercados de dúvidas

Dr. Thiers Soares
Freepik

Julho de 2023 -  Os miomas, também conhecidos como fibroma ou leiomioma uterino, são tumores, em sua maioria benignos, que ocorrem no tecido muscular do útero. Eles estão presentes em cerca de 80% das mulheres, com tamanhos e em locais diferentes. Embora o número de pacientes com a doença seja significativamente grande, somente em poucos casos é necessário realizar uma cirurgia. 

Apesar de serem tão comuns, os miomas ainda são cercados de dúvidas. Segundo o especialista em doenças como Endometriose, Adenomiose e Miomas, Dr. Thiers Soares, é fundamental que as  mulheres tenham informações básicas desta doença para se cuidarem, se questionarem e se tratarem, especialmente aquelas que desejam engravidar. 

Abaixo, o Dr. Thiers Soares lista alguns mitos e verdades sobre o mioma:

“Mioma no útero é câncer” – Mito

Ao contrário dos tumores malignos, que conhecemos popularmente como o câncer, os miomas são, em sua maioria, tumores benignos que acontecem durante a idade fértil da mulher. Por serem dependentes dos hormônios estrogênio e progesterona, eles não acontecem antes da primeira menstruação e costumam regredir após a menopausa. 

Os miomas surgem no miométrio, que é a camada mais espessa do útero, através do crescimento de uma única célula muscular. Apesar de serem benignos e raramente evoluírem para um câncer, eles podem causar outros efeitos no corpo que também devem ser levados em consideração. 

“Miomas podem causar infertilidade” – Verdade

A palavra infertilidade causa medo para aquelas que desejam engravidar, mas isso acontece pela falta de conhecimento e até mesmo pelas informações falsas que são divulgadas. Uma pessoa infertil é aquela que tenta engravidar por mais de um ano, sem fazer o uso de métodos contraceptivos e, mesmo assim, não consegue. Só que, ao contrário do que muitos pensam, ainda é possível engravidar, mesmo com o diagnóstico de mioma. Porém, é mais difícil e será necessário fazer um tratamento específico.

A infertilidade não é o único sintoma para quem possui miomas. Por este motivo, fazer o acompanhamento médico ajudará no sonho de gerar um filho, além de aliviar outros males causados pela doença, como ciclo menstrual desregulado, dores durante a relação sexual, sangramento mais intenso durante a menstruação, cólicas na região pélvica, irregularidade ao urinar e desconforto abdominal.

“É possível ter um mioma e não sentir dores” – Verdade

Os sintomas são a forma como o nosso corpo reage à doença. No caso dos miomas, cerca de 30% das mulheres não apresentam nenhum indício. Nessas circunstâncias, o mioma só é detectado por meio de uma check-up feito pelo ginecologista. Os sintomas, geralmente, aparecem devido à idade, aspectos da saúde, tamanho e quantidade de miomas que a mulher possui no organismo. 

Desta forma, é essencial procurar fazer exames regulares, para que seja possível identificar os miomas logo no início. Por mais que eles sejam tumores benignos, ainda existe a necessidade de realizar um tratamento para fazer o controle da doença e impedir o surgimento dos sintomas ou o aumento da gravidade.

“A única opção para os miomas é a remoção do útero” – Mito

Os miomas podem ser tratados, e quanto mais cedo começar, maiores são as chances de diminuir e até mesmo prevenir alguns sintomas. O mais importante é que é possível preservar o útero da mulher na maioria dos casos, com o uso de medicamentos ou cirurgias menos invasivas, evitando a remoção completa deste órgão.

Existem diversos tratamentos possíveis para o mioma hoje em dia. A escolha do método utilizado vai depender do tamanho, da quantidade e de outros fatores. Converse com o seu médico para saber qual é o melhor para o seu caso. Importante lembrar que todo útero é preservável até que ele te “prove” o contrário. E se você deseja engravidar, não aceite a retirada do útero como opção.

Sobre o Dr. Thiers Soares

Doctor Honoris Causa pela Universidade Victor Babes/Romênia, Dr. Thiers Soares, graduado em Medicina pela Fundação Universitária Serra dos Órgãos (2001), é ginecologista especialista em doenças como Endometriose, Adenomiose e Miomas. Também é médico do setor de endoscopia ginecológica (Laparoscopia, Robótica e Histeroscopia) do Hospital Universitário Pedro Ernesto (Universidade do Estado do Rio de Janeiro - UERJ). O especialista é membro honorário da Sociedade Romena de Cirurgia Minimamente Invasiva em Ginecologia, membro honorário da Sociedade Búlgara de Cirurgia Minimamente Invasiva, membro honorário da Sociedade Romeno-Germânica de Ginecologia e Obstetrícia e membro da diretoria e comitês de duas das maiores sociedades mundiais em cirurgia minimamente invasiva em ginecologia (SLS  e AAGL). Recentemente, o Dr. Thiers Soares foi um dos responsáveis por trazer para o Brasil a técnica de Ablação por Radiofrequência dos Miomas Uterino, um tratamento moderno e eficaz, que causa a destruição térmica de tumores uterino


 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.