27/07/2023 às 17h44min - Atualizada em 28/07/2023 às 00h03min

Relembre 10 atletas que se aventuraram em esportes diferentes

Essas estrelas do esporte provaram que sua dedicação não se limita a apenas uma modalidade

Sites - de
Reprodução Instagram @stephencurry30

Quando se trata de atletas de sucesso, é natural associá-los a uma modalidade específica que os consagrou. No entanto, diversos esportistas já mostraram sua versatilidade e talento em mais de um esporte ao longo de suas carreiras. Muitos deles crescem praticando múltiplas modalidades antes de escolherem em qual delas vão seguir carreira. Por outro lado, há exemplos de nomes que só buscaram se aventurar em novos esportes após a aposentadoria.

 

Desde o lendário Michael Jordan, que abandonou as quadras de basquete para perseguir seu sonho no beisebol, até Usain Bolt, que jogou futebol depois de se aposentar das pistas de atletismo. Por isso o sites-de-apostas.net contou a história de dez atletas que se aventuraram em outros esportes ao longo de suas carreiras, seja por hobbie ou profissionalmente. Confira abaixo:

 

Michael Jordan - Beisebol

Conhecido como o "Rei do Basquete", Michael Jordan surpreendeu o mundo quando se aposentou temporariamente do basquete em 1994, logo após vencer três títulos seguidos pelo Chicago Bulls, para perseguir uma carreira no beisebol, seu sonho de criança. Ele assinou um contrato com o Birmingham Barons, time afiliado ao popular Chicago White Sox, da Major League Baseball. Embora a passagem pelo beisebol profissional tenha sido breve e sem sucesso, ele retornou ao basquete para continuar seu legado, ganhando novamente três títulos seguidos.

 

Stephen Curry - Golfe

Não basta ser uma das principais estrelas da NBA e o maior arremessador de todos os tempos, Stephen Curry também está mostrando que é extraordinário no golfe. Mesmo após o término da temporada do basquete norte-americano, o armador do Golden State Warriors não quis saber de ficar longe dos esportes. Na semana passada ele venceu o American Century Championship, um torneio de golfe entre celebridades que contou com nomes como o ex-tenista Mardy Fish e os astros da NFL, Aaron Rogers e Tony Romo.

 

Pat Connaughton - Beisebol

Muito antes de se tornar um campeão da NBA pelo Milwaukee Bucks, Pat Connaughton também se destacou no beisebol. Durante seus anos universitários, Connaughton dividia seu talento nas equipes de basquete e baseball da Universidade de Notre Dame. Ele chegou a ser selecionado pelo Baltimore Orioles no Draft da MLB de 2014, onde fez sua estreia profissional. Mesmo assim, o atleta decidiu voltar à universidade para continuar jogando basquete, e, um ano depois, foi selecionado na 41° escolha do Draft da NBA, liga em que se estabeleceu profissionalmente.

 

Usain Bolt - Futebol

O homem mais rápido do mundo, Usain Bolt, não apenas revolucionou o atletismo com suas conquistas olímpicas e recordes mundiais, mas também realizou o sonho de jogar futebol profissionalmente. Bolt teve a oportunidade de treinar com equipes de ponta, como o Borussia Dortmund, e, em 2018, assinou um contrato de curta duração com o Central Coast Mariners, time da A-League australiana. Embora sua carreira no futebol não tenha sido tão extensa quanto no atletismo, sua versatilidade e carisma conquistaram fãs em ambas as modalidades.

 

Ronda Rousey - Judô

Antes de se tornar uma das mais temidas lutadoras de MMA no UFC, Ronda Rousey teve uma carreira de sucesso no judô. Ela conquistou uma medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008, representando os Estados Unidos. Sua transição do judô para o MMA a impulsionou para o estrelato, tornando-a uma das atletas mais influentes e inspiradoras do esporte em sua geração.

 

Fabien Barthez - Automobilismo

O lendário goleiro da seleção francesa, que conquistou a Copa do Mundo de 1998 diante do Brasil, também tinha paixão pelo automobilismo. Após se aposentar do futebol, Barthez se dedicou às pistas e participou de diversas competições, incluindo o Campeonato Mundial de Endurance da FIA e a tradicional Porsche Carrera Cup France. O ex-arqueiro é mais um exemplo para mostrar que o sucesso no esporte pode ir muito além de apenas uma modalidade.

 

Rodrigo Palacio - Basquete

Conhecido por seu estilo de cabelo peculiar e por ser um vitorioso atacante que marcou época no Boca Juniors e no futebol italiano, Rodrigo Palacio seguiu um novo desafio no basquete após pendurar as chuteiras, em 2021. Mesmo com 1,76m de altura, ele disputou algumas partidas pelo Desportiva Garegnano, da quarta divisão da Itália. Natural de Bahía Blanca, a capital do basquete dos argentinos, Palacio jogou num clube local dos 7 aos 16 anos antes de seguir carreira nos gramados. 

 

Falcão - Futebol de campo

Considerado um dos maiores jogadores de futsal de todos os tempos, Falcão também mostrou suas habilidades no futebol tradicional. Em 2005, ele teve uma passagem de 6 meses pelo São Paulo, disputando apenas 13 jogos. Na época, surgiu uma polêmica de que o técnico Emerson Leão não aprovou sua contratação e por isso não o escalava com frequência, mesmo com o jogador apresentando capacidade técnica para receber mais oportunidades. Falcão disse em diversas entrevistas que, se ele tivesse um outro treinador, talvez não tivesse voltado ao futsal.

 

Patrick Mahomes - Beisebol

Antes de se tornar um dos melhores quarterbacks da história da NFL e levar o Kansas City Chiefs a dois títulos do Super Bowl, Patrick Mahomes também se destacou no beisebol. Mahomes foi selecionado pelo Detroit Tigers para jogar como arremessador no draft de beisebol de 2014, mas ele optou por seguir o caminho do futebol americano. Sua habilidade de arremessar com precisão no beisebol definitivamente influenciou seus passes e lançamentos excepcionais no futebol.

 

Ivan Perisic - Vôlei de Praia

Destaque no mundo do futebol, Ivan Perisic já atuou em grandes clubes como Tottenham, Inter de Milão e Bayern de Munich, além de representar a seleção da Croácia nas últimas três Copas do Mundo. A história que muitos não sabem é que o atleta também já se arriscou em outra modalidade. Quando estava de férias da Inter, em 2018, Perisic foi convidado para disputar uma etapa do Circuito Mundial de Vôlei de Praia, realizado em seu país. Ao lado de outro atleta profissional da modalidade, ele foi derrotado nas três partidas que disputou.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.