28/02/2023 às 10h58min - Atualizada em 01/03/2023 às 00h01min

Distribuidora de alimentos aposta em frota de veículos elétricos e economiza R$ 540 mil ao ano

Desde o ano passado, Zara Alimentação utiliza VEs alugados e estrutura de recarga própria para entregar refeições a 130 obras do estado de São Paulo

SALA DA NOTÍCIA Lícia Maria Assunção Martins
São Paulo, fevereiro de 2023 – Os altos custos com combustível, manutenções periódicas e problemas mecânicos são responsáveis por ocupar uma parte considerável no orçamento da maioria dos proprietários de veículos. Quando envolvem empresas que dependem de uma frota para sustentar o negócio, então, esses gastos podem se tornar motivo de grande preocupação.

Pois era exatamente esse o cenário encarado pela Zara Alimentação. A empresa familiar, líder no segmento de entrega de refeições para canteiros de obras no estado de São Paulo, já chegou a gastar R$ 100 mil por mês, apenas para abastecer os 10 veículos que levam os alimentos às cerca de 130 obras atendidas. “Isso sem contar a manutenção constante, pois os veículos movidos a combustão quebravam demais e viviam na oficina”, relembra Bruno Purri, sócio-diretor da empresa.

Insatisfeito com os altíssimos custos, o empreendedor encontrou a solução em uma alternativa que cresce a cada dia no Brasil: os veículos elétricos (VEs). “A ideia inicial era adquirir uma frota própria, mas logo foi substituída pelo atrativo dos aluguéis. Hoje, os mesmos 10 veículos que temos dispensam um gasto mensal de R$ 55 mil, já incluindo o aluguel e todas as recargas de energia. Essa mudança nos garante uma economia fundamental para a sustentabilidade do nosso negócio”.

Purri destaca também que, quando comparados aos veículos a combustão, os VEs exigem menos manutenção e são mais silenciosos. E promete ampliar o uso da eletricidade dentro da empresa: “estamos aguardando agora a chegada de motos elétricas para deslocamento de nossos coordenadores, que precisam de rapidez e agilidade”.

Sistema de recarga também é próprio
Além dos veículos, a Zara Alimentação também investiu em um sistema de recarga próprio, responsável por garantir eficiência e segurança a cada reabastecimento. Desde 2022, a empresa conta com três unidades do Smart Wallbox NC4000S, da NeoCharge, capazes de entregar até 22 kW cada um, porém instalados a 11 kW em conformidade com os veículos utilizados.

“Quando decidimos adotar essa solução, no ano passado, nós recebemos todo o suporte da NeoCharge, desde a compra e a instalação até o acompanhamento de todos os carregadores em uso”, explica Purri. “Percebemos que, por ser algo relativamente novo, faltam informações confiáveis no mercado, então essa ajuda foi essencial para que o projeto nos proporcionasse resultado já no curto prazo”, acrescenta.

Um dos maiores especialistas em VEs do país, Diogo Seixas, CEO da NeoCharge – líder em soluções de recarga para VEs - pontua que, com as altas constantes no preço do combustível, o retorno financeiro de quem adquire um carro elétrico tem se tornado cada vez mais rápido. “Em uma frota como a da Zara Alimentação, com 10 veículos elétricos, esse ganho se multiplica todos os dias. Em apenas um ano, a empresa já conseguiu economizar mais de meio milhão de reais”, comenta.

Carregador inteligente
O carregador Smart Wallbox NC4000S, da NeoCharge, fica na parede e pode ser utilizado de forma simples e prática. Conta com a função Smart, o que o torna capaz de fornecer informações constantes sobre as sessões de recarga e permite controle de acesso e monitoramento remotos. Além disso, o equipamento pode ser integrado a aplicativos de gerenciamento compatíveis com o protocolo OCPP, como o app NeoCharge.

Sobre a NeoCharge
A NeoCharge nasceu em 2016 como um braço da NeoSolar, fundada em 2010 e líder de mercado em energia solar fotovoltaica. A empresa paulista leva em seu DNA o espírito empreendedor e o desenvolvimento de negócios que impactam positivamente a vida de todos, estendendo a missão de promover a mobilidade elétrica no Brasil. A NeoCharge oferece soluções em infraestrutura de recarga para veículos elétricos por meio da distribuição de equipamentos, cursos, serviços técnicos e operação compartilhada de estações de recarga e eletropostos.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.