24/06/2023 às 11h32min - Atualizada em 27/06/2023 às 00h04min

Agro e tecnologia criam agenda Brasil e Israel e meta é atingir R$ 48 bi transacionados até 2028

Após 1º Congresso, CNBI vai a Genebra para encontro mundial de câmaras e, em outubro, promove ações em território israelense

SALA DA NOTÍCIA DCastro
CNBI
Equipe Sen.Vianna

A Confederação das Câmaras Brasil Israel (CNBI) tem reforçado a agenda entre os dois países e vai ao mercado comum europeu colocar holofotes no agro brasileiro para fazer crescer as transações comerciais bilaterais. A entidade promoveu em maio o 1º Congresso da CNBI, realizado no Senado, no Distrito Federal, e deve representar o país na reunião das principais câmaras mundiais, que acontece em Genebra, Suiça, no final deste mês. 

Também leva, em outubro, o modelo nacional de agronegócio para Israel. “Do congresso em Brasília já saíram negócios para o setor de segurança e defesa, agricultura, ciências e tecnologia. Agora em junho, em Genebra, estaremos com as maiores câmaras de comércio do mundo e, em setembro e outubro, vamos incentivar a troca de conceitos tecnológicos entre os dois países”, destaca Ric Scheinkman, presidente da CNBI. 

 


Ric Scheinkman, presidente da CNBI, em discurso em Brasília; Entidade defende o grande potencial das relações comerciais bilaterais entre Brasil e Israel

O comércio bilateral entre Brasil e Israel movimento ano passado acima de 4,5 bilhões de dólares (o equivalente hoje a cerca de R$ 21,6 bilhões). A meta da CNBI é que isso mais que dobre, atingindo 10 bilhões de dólares (R$ 48 bilhões) dentro de cinco anos. 

A CNBI é associada ao Mercado Europeu Comum e à Câmara de Cooperação e Desenvolvimento Portugal- Israel e representa no Brasil 14 entidades sem fins lucrativos focadas nas relações bilaterais entre brasileiros e israelenses.  

Congresso CNBI
O 1º Congresso da CNBI aconteceu nos dias 16 e 17 de maio, na Sala Petrônio Portela do Senado Federal. O evento teve apoio da Embaixada de Israel e foi organizado em conjunto com o Grupo Parlamentar Brasil- Israel do Senado e da Câmara Federal, presidida pelo Senador Carlos Viana.


Ric Scheinkman, presidente da CNBI, com o senador Carlos Vianna, durante 1º Congresso da CNBI

O congresso contou com a participação de parlamentares brasileiros e autoridades de destaque, bem como representantes de instituições renomadas. Durante o evento, foram proferidas palestras por instituições como CNI, Embrapii, Apex-Brasil, Sebrae, Abrafrutas, Centro de Tecnologia e Inovação Brasil-Israel, AGU, Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial, Ministério de Ciências, Tecnologia e Inovação, Moshav, Embaixada de Israel, Instituto de Desenvolvimento da Mineração e Instituto Senai. 


Membros da CNBI, políticos e convidados da solenidade realizada em maio

O congresso fez parte das comemorações do 75º aniversário da Independência de Israel e contou com uma cerimônia especial realizada na Plenária do Senado Federal no dia 15 de maio.


Sessão solene de homenagem aos 75 anos de Israel

Estiveram presentes:  Marcos Pereira, vice-Presidente do Congresso e presidente dos Republicanos; senador Carlos Viana, deputado Gilberto Abramo, presidente da Frente Parlamentar Brasil-Israel da Câmara, Scheinkman, da CBNI, Paulo Afonso, vice-presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Daniel Zonshine, embaixador de Israel no Brasil e o deputado federal Eduardo Bolsonaro.

Sobre a CNBI
A Confederação das Câmaras Brasil Israel (CNBI) é uma instituição que tem como objetivo fortalecer as relações comerciais, industriais, culturais e turísticas entre as duas nações. A entidade promove a cooperação entre empresas, governos, instituições acadêmicas e a sociedade civil dos dois países, fomentando o intercâmbio e o desenvolvimento de parcerias estratégicas.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.