21/06/2023 às 08h32min - Atualizada em 22/06/2023 às 00h01min

Homem-Aranha carioca: Filme premiado em Cannes disponibiliza trilha

Diretor Igor Doval lança álbum com músicas originais de seu fan film

SALA DA NOTÍCIA Daniel Corrêa

O multiartista carioca Igor Doval convida o Homem Aranha para habitar as ruas do subúrbio carioca no filme de ação experimental "Aranha: Sob a Sombra da Máscara". Doval recebeu o prêmio de Melhor Diretor de Curta-Metragem no Cannes World Film Festival por essa obra, e agora sua trilha sonora original está disponível em todas as principais plataformas de streaming.


Ouça “Aranha: Sob a Sombra da Máscara (Trilha Sonora Original)”: https://onerpm.link/942617142485 

A trilha sonora, intitulada "Aranha: Sob a Sombra da Máscara (Trilha Sonora Original)", possui 10 músicas e duração total de 15 minutos. Os temas instrumentais e incidentais desempenham um papel fundamental no filme, retratando a história de Pedro Parques, um Peter Parker diferente que enfrenta a culpa após um incidente nas ruas do Rio de Janeiro. Faixas como "Apresentando o herói", "Poder e responsabilidade" e "Tudo ou Nada" contribuem para a crescente tensão ao longo do curta-metragem.

Igor Doval é rapper, diretor e editor audiovisual, com uma vasta experiência em TV, longas-metragens, curtas-metragens, publicidade e clipes. Ele trabalhou com renomados artistas de sua região, como Xamã, NaBrisa e Riko Viana. Com mais de 15 anos de carreira, ele também atuou como editor na TV Globo e fez participações em séries da Globoplay, Disney+, Amazon e Record. O projeto que une seu universo ao do Homem Aranha é mais uma demonstração de sua versatilidade criativa.

"Aranha: Sob a Sombra da Máscara" é um filme que reflete a paixão de Doval pelo personagem do Homem Aranha e sua vontade de criar uma versão própria do herói. A trama se passa no Rio de Janeiro, incorporando a arquitetura, os problemas e a cultura local. Pedro é um super-herói negro que enfrenta desafios cotidianos que são comuns aos brasileiros. O filme segue a tendência dos fan films, com Doval aproveitando a liberdade criativa e o alto padrão de qualidade dessas produções para contar uma história local e periférica.

Para Doval, o reconhecimento pelo seu trabalho veio com o prêmio de Melhor Diretor no Cannes World Film Festival, competindo com países como Estados Unidos e Inglaterra. Ele destaca a importância da equipe que o acompanhou desde o início do projeto.

Atualmente, o filme continua sua jornada pelos festivais antes de ser disponibilizado ao público. Enquanto isso, a trilha sonora original pode ser ouvida em todas as principais plataformas de streaming.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.