27/04/2023 às 10h28min - Atualizada em 01/05/2023 às 00h04min

Santander abre inscrições para Santander Coders, que concede 50 mil bolsas de estudo em programação

Os 300 bolsistas com melhor desempenho no processo seletivo receberão uma bolsa para formação completa em uma das 4 linguagens escolhidas no momento da inscrição.;

SALA DA NOTÍCIA Redação
Ilustração
O Santander Universidades abriu as inscrições para a 4ª edição do Santander Coders, que vai conceder 50 mil bolsas de introdução a tecnologias e linguagens de programação de Back-End, Front-End, Data Science e Engenheiro de Dados. Os cursos serão ministrados em parceria com a escola Ada Tech, especializada no ensino de programação e tecnologia. As 300 pessoas com melhor desempenho no processo seletivo receberão uma bolsa completa para os cursos de formação em uma das quatro linguagens de programação, que será escolhida pelos próprios participantes.

Os contemplados receberão um e-mail da plataforma Bolsas Santander para aceitarem a bolsa e, posteriormente, o contato via e-mail da Ada Tech com o acesso ao curso online que será composto por uma trilha assíncrona (cujas aulas devem ser assistidas dentro de um período pré-determinado), seguida de um teste de lógica, dinâmicas em grupo e o Coding Tank - um reforço sobre lógica de programação.

Os 300 alunos com melhor performance serão contemplados com a formação síncrona em Back-end, Front-end, Data Science ou Engenharia de Dados. Para este grupo, os cursos serão aplicados de forma online dentro da plataforma Ada, que apresenta uma visão detalhada de performance em competências técnicas e comportamentais para cada aluno, fazendo uma avaliação de cada participante ao longo dos módulos de conteúdo e acompanhando os índices de qualidade em cada etapa. “Essa parceria com a Ada nos possibilita acompanhar o desenvolvimento dos alunos, além de oferecer a melhor infraestrutura para que os participantes possam absorver ao máximo o conteúdo dos cursos escolhidos”, explica Nicolás Vergara, superintendente executivo do Santander Universidades.

As formações síncronas acontecerão de forma remota e ao vivo com professores da Ada. A escola apresenta uma visão detalhada de performance em competências técnicas e comportamentais para cada aluno ao longo dos módulos de conteúdo. “O Santander Coders é uma oportunidade tanto de iniciação quanto de se atualizar nos principais fundamentos para um mercado que cresce e demanda uma alta quantidade de profissionais capacitados. Estima-se que atualmente tenhamos apenas 1 profissional de T.I. formado para cada 3 novas vagas demandadas pelo mercado. O Santander quer ajudar na formação destes profissionais, com os conteúdos mais requisitados pelas empresas.”, finaliza Nicolás.

A iniciativa é destinada para pessoas maiores de 18 anos, com interesse na área de tecnologia ou que estejam em transição de carreira, não é necessário estar vinculado a uma universidade.

Santander e seu apoio a Educação Superior
O Santander Universidades já impactou a vida de mais de 800 mil estudantes, profissionais e empreendedores por meio de programas gratuitos, muitos deles realizados em parcerias com as 1.200 universidades de 22 países que estão presentes. Ao longo de 26 anos de atuação, este sólido compromisso com a educação superior destinou mais de € 2 bilhões a iniciativas acadêmicas, que viabilizaram a oferta de mais de 800 mil bolsas de estudo. A cada ano, o Santander Universidades investe R$ 40 milhões em educação e, apenas em 2022 foram entregues mais de 100 mil bolsas. Em 2023, o objetivo é entregar 120 mil oportunidades de capacitação e qualificação profissional. essa atuação levou o Santander a ser reconhecido como a empresa que mais investe em educação no mundo, de acordo com o Informe Varkey / UNESCO / Fortune 500 de 2018.

Sobre a Ada
Ada, formações em tecnologia com as maiores empresas do Brasil. A edtech possui metodologia única com jornada síncrona e assíncrona, totalmente aderente às demandas do mercado de trabalho. Foco em empregabilidade sem custos algum para o aluno. Ela já formou mais de 7 mil alunos e fomenta uma comunidade, Let's Code, com cursos assíncronos gratuitos que preparam futuros programadores para as melhores oportunidades de mercado.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.