08/11/2022 às 09h40min - Atualizada em 01/05/2023 às 00h00min

Era da humanização, automação e de foco no customer experience agregam valor ao consumidor no varejo

Mateus Larrabure, head de integração tecnológica e produtos da Gertec*

SALA DA NOTÍCIA Thalita Tartarelli do Nascimento

Empresários e consumidores estão certos de que a aceleração tecnológica precisa ser uma realidade latente no meio dos negócios. A transformação digital, no que se diz respeito também à automação comercial, já é um dos temas em alta no meio corporativo e soma-se a um investimento alto em humanização do atendimento. Diretrizes deste gênero estão sendo firmadas para que se garanta eficiência, e assegure não só a venda, mas a fidelização do seu cliente.

Estamos na era ‘humanológica’ do setor de varejo e consumo, e o comportamento dos consumidores, que já vem mudando há um tempo, empurram as marcas a estarem cada vez mais atentas, para levar uma melhor experiência de compra no ponto de venda (seja físico ou digital). No mundo “figital”, é muito importante atuar na jornada dos clientes independente do canal que ele utiliza, para entender suas necessidades em cada situação. E uma das ferramentas que ajudam a manter a proximidade junto aos clientes, é a automação comercial, que pode ser implementada em diversos setores com o objetivo de otimizar os processos e garantir agilidade nas operações e melhoria no  atendimento ao cliente.

Recentemente o Linkedln divulgou um relatório sobre o cenário de vendas no Brasil, mostrando que as empresas do varejo pretendem aumentar, em no mínimo, 63% o uso de soluções tecnológicas neste ano, em comparação com 2021. A pesquisa ainda apontou que 61% utilizam ferramentas de colaboração/apresentação virtual, 58% CRM, 56% planejamento de vendas e 53% inteligência de vendas.

Esses dados mostram que as empresas estão cada vez mais preocupadas em aplicar ferramentas que auxiliam na gestão de seus negócios, e também em mapear os aspectos que influenciam o processo de compra dos consumidores. Um estudo divulgado pela Zendesk, afirma que 61% dos consumidores esperam um melhor atendimento após a pandemia da Covid-19, e 90% estão dispostos a gastar mais em vivências e atendimentos personalizados. Para atender essa expectativa, soluções que fomentem as vendas, ajudam a fidelizar e melhorar os resultados, impulsionam ainda mais o fortalecimento da marca.

Principalmente quando utilizadas tecnologias que auxiliam na integração dos processos corporativos e ajudam na tomada de decisão. Dessa forma as empresas conseguem  personalizar o atendimento e estabelecer um relacionamento que aumenta o contentamento dos clientes. A automação comercial vem para ajudar nesse processo das operações, coletando e gerando dados, que ajudam a melhorar a administração e controle operacional sobre os negócios. 

Como podemos ver, pensar na gestão das empresas visando a jornada dos consumidores em todos os processos, é o principal caminho para um atendimento mais humanizado, agregando valor e fidelizando os clientes. Hoje as empresas precisam mais do que nunca realizar toda transformação digital e entrar definitivamente numa era mais humanizada do âmbito do varejo, para ficarem à frente dos seus concorrentes e se tornarem referência no mercado com um atendimento que valoriza os compradores.

*Mateus Larrabure, head de integração tecnológica e produtos da Gertec. O executivo tem forte vivência e conhecimento do mercado de varejo e meios de pagamentos, com experiência em automação e desenvolvimento de software. Formado em engenharia elétrica, com ênfase em computadores da FEI, Mateus passou por empresas como Epson e Unisys.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.