24/03/2023 às 18h43min - Atualizada em 25/03/2023 às 00h01min

Conheça a trajetória do Angolano Daniel Pimpão e a sua União Mundial dos Artistas Continentais

Daniel Pimpão está trazendo seus projetos para serem apresentados no Brasil, e assim fortalecer a união dos povos de Angola e Brasil.

SALA DA NOTÍCIA Mídia
União Mundial dos Artistas Continentais

O multifacetado Daniel Agostinho Pimpão é jornalista, escritor e gestor Cultural, nascido no município do Cazenga, em Angola.

Formado em Comunicação Social foi um importante colaborador na Rádio Municipal do Cazenga, participou e coordenou o Festival Nacional da Cultura de Angola - FENACULT (2014), em Cazenga e o "Municipal dos Músicos do Cazenga" (2008) e foi membro do Círculo dos Jovens Escritores do Cazenga. 

Na sua vida política esteve nos cargos de Secretário da Cultura e Desportos da JMPLA-  Juventude do Movimento Popular de Libertação de Angola, do Distrito Urbano do Kima Kieza (2016), Presidente do Comitê Miss do Distrito Urbano do Cazenga Popular, Diretor Municipal do Gabinete de Comunicação, Imagens e Imprensa do Governo Municipal do Cazenga (2018-2019) e Diretor Municipal da Cultura e Turismo do Cazenga (2019 - 2021).

Atualmente, é membro da União Nacional de Artistas e Compositores de Angola e membro-fundador da Brigada Jovem Cultural de Angola, Diretor Geral da FIBAC África-Angola e  fundador-presidente da União Mundial dos Artistas Continentais que tem como principais objetivos:

Atuar em conjunto de forma cooperativa, para buscar avanços na promoção da cultura e arte para os países membros e soluções em comum para resolver as dificuldades financeiras e sociais dos artistas, bem como apoiar os projetos dos artistas membros.

Estabelecer políticas de cooperação técnica e científica na produção de eventos culturais,  artísticas e normas e parâmetros comuns importantes aos governantes para valorização de artistas.

Traçar estratégias para resolução de problemas de urgências a artistas em vulnerabilidade, fiscalizar através de órgãos específicos, o cumprimento das regras estabelecidas na promoção das obras dos artistas.

Organizar reuniões para troca de experiências, definições de novos objetivos para realizações de novos planos artísticos e realizar festivais e homenagens aos artistas.

Daniel Pimpão está trazendo seus projetos para serem apresentados no Brasil, e assim fortalecer a união dos povos de Angola e Brasil.
 
Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.