16/03/2023 às 10h39min - Atualizada em 17/03/2023 às 00h03min

EY e EY Institute, em parceria com a plataforma Eu Capacito, encerram a 3ª edição do Empodera, curso gratuito de capacitação profissional para pessoas com acesso limitado à educação

2.294 alunos foram aprovados neste módulo do programa; aqueles que concluíram e receberam o certificado foram convidados para o processo seletivo de trainees da EY

SALA DA NOTÍCIA Jessica Vieira

O EY Institute, OSCIP que visa o impacto social por meio da educação, encerrou a 3ª edição do EY Empodera, programa de capacitação 100% gratuito, on-line e voltado para as classes C, D e E. Ao total, foram 2.294 alunos aprovados, número recorde entre todas as edições. Ao longo de três meses, os participantes tiveram acesso a 75 horas de treinamento disponíveis no site Eu Capacito, projeto social, e parceiro inédito, que tem o objetivo de formar profissionais para a economia digital.

O EY Empodera, que já impactou positivamente a vida de mais de 2.200 pessoas em todo o Brasil, foi desenvolvido a partir do trabalho de 60 voluntárias e voluntários do EY Institute, em sua grande maioria profissionais da EY, uma das maiores empresas de consultoria e auditoria do mundo, responsáveis por desenvolver o conteúdo da grade curricular e tirar dúvidas dos participantes do curso a partir de encontros on-line que acontecem duas vezes por semana.

A turma da terceira edição do EY Empodera contou com inscrições de participantes de cinco países - Brasil, Angola, Portugal, Inglaterra e Irlanda. Em território nacional, o programa teve inscritos de 24 estados (Acre, Alagoas, Amazonas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Minas Gerais, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraíba, Paraná, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Rondônia, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins), além do Distrito Federal.

Nessa última turma, 61% dos alunos se autodeclararam negros e/ou pardos, 62% são mulheres, 3% têm alguma deficiência, 3% são LGBTQIA+ (incluindo transgêneros e não binários) e 4% têm 50 anos ou mais. 

A 3ª edição do EY Empodera foi construída a partir da parceria entre a EY, o EY Institute, e a Eu Capacito, plataforma de capacitação do Instituto IT Mídia, e se tornou um movimento concreto na busca por um universo de trabalho mais igualitário e inclusivo. Com foco em diversidade e inclusão, o programa, que está no terceiro ano, visa contribuir para a empregabilidade de pessoas com deficiência e em situação de vulnerabilidade social por meio do desenvolvimento de competências em: negócios, liderança pessoal e tecnologia.

“Ficamos muito felizes com a parceria com o EY Institute. Levar o conteúdo do EY Empodera por meio do Eu Capacito a todas regiões brasileiras vai ao encontro da nossa missão de promover acesso, inclusão e formação de qualidade aos profissionais da Economia Digital”, analisa Vitor Cavalcanti, diretor-geral do Instituto IT Mídia. 

Além da capacitação profissional, os alunos são convidados para participar do processo seletivo da EY, o BeYellow, programa de trainee da organização.

Durante a cerimônia de encerramento do curso, Luiz Covo, vice-presidente do EY Institute e sócio da EY, aproveitou o encontro para enfatizar que o EY Empodera foi “construído com muito carinho e acreditamos que já está consolidado como um espaço de oportunidades. O encerramento desta edição é o momento de celebrar a todos que chegaram até aqui, e olhar para frente com a certeza de que terão um futuro brilhante”. 

 

Treinamento

As aulas foram assíncronas, o que permitiu que ao candidato assistir ao conteúdo quando preferisse. Também fizeram parte do programa encontros ao vivo com mentores para tirar dúvidas dos participantes. O curso teve duração de três meses.

Os módulos abordaram temas como Marca Pessoal, Agile, Comunicação e Língua Portuguesa, LinkedIn, Excel, DevOps, Python, Finanças Pessoais, Governança de Dados, Engenharia de Dados e Futuro do Trabalho.  

 

EY Empodera 

Os candidatos foram escolhidos a partir de um processo seletivo para iniciar o curso. Entre os pré-requisitos era necessário pertencer às classes C, D ou E; estar cursando a partir do 2º semestre da graduação ou ter até 2 anos de formado. Para quem tem mais de 50 anos, era necessária graduação completa. Além disso, era preciso ter interesse nas carreiras de Auditoria, Consultoria e Tecnologia.

 

Sobre a EY

A EY existe para construir um mundo de negócios melhor, ajudando a criar valor no longo prazo para seus clientes, pessoas e sociedade e gerando confiança nos mercados de capitais. Tendo dados e tecnologia como viabilizadores, equipes diversas da EY em mais de 150 países oferecem confiança por meio da garantia da qualidade e contribuem para o crescimento, transformação e operação de seus clientes. Com atuação em assurance, consulting, strategy, tax e transactions, as equipes da EY fazem perguntas melhores a fim de encontrarem novas respostas para as questões complexas do mundo atual.

A EY tem também uma meta ambiciosa de impactar positivamente 1 bilhão de pessoas até 2030, através do seu programa de responsabilidade corporativa, EY Ripples, plataforma que permite que os colaboradores se envolvam em iniciativas comunitárias e sociais mais amplas. Para saber mais como a EY tem gerado valor no longo prazo para seus stakeholders, acesse o nosso relatório EY Value Realized, relatório integrado que apresenta nossos resultados nos pilares do ESG de acordo com as métricas do World Economic Forum – International Business Council Stakeholders Capitalism Metrics.

EY se refere à organização global e pode significar uma ou mais associadas da Ernst & Young Global Limited, cada uma delas uma pessoa jurídica independente. A Ernst & Young Global Limited, companhia britânica limitada por garantia, não presta serviços a clientes. Informações sobre como a EY coleta e utiliza dados pessoais, bem como uma descrição dos direitos individuais de acordo com a legislação de proteção de dados, estão disponíveis neste link. As afiliadas da EY não exercem o direito se essa prática for proibida pelas leis locais. Para mais informações sobre a nossa organização, visite o site da empresa.

 

Sobre o EY Institute

O EY Institute tem como objetivo ampliar a empregabilidade de pessoas com deficiência e em situação de vulnerabilidade social e econômica. Em 2015, a EY iniciou um projeto de educação, que desde o princípio conta com a expertise e a dedicação de voluntários que atuam na própria empresa. Deste trabalho, surgiu o EY Institute.

Após seis anos, o EY Institute, conquistou o título de Organização da Sociedade Civil de Interesse Público (OSCIP), ampliando as possibilidades de atuação e impacto, graças à gestão e governança empregada, além de resultados conquistados como 5.600 pessoas beneficiadas em cursos com o apoio de mais de 1.412 voluntários, proporcionando mais de 10.500 horas de voluntariado.
 

Sobre o Eu Capacito

O Eu Capacito é um projeto social que tem o objetivo de formar uma legião de profissionais para a economia digital. Apoiado por diversas empresas da iniciativa privada, a plataforma Eu Capacito promove a capacitação profissional gratuita, focadas em habilidades de tecnologia, seja do ponto de vista conceitual, técnico (desenvolvimento) ou ferramental (manuseio para áreas de negócio), além de conhecimento em outras áreas consideradas importantes para a vida corporativa ou empreendedorismo (soft skills). Criado pelo Movimento Brasil Digital, atualmente o projeto é liderado pelo Instituto IT Mídia, organização sem fins lucrativos dedicada a projetos educacionais de impacto na área de tecnologia da informação.


Link
Notícias Relacionadas »
Comentários »
Comentar

*Ao utilizar o sistema de comentários você está de acordo com a POLÍTICA DE PRIVACIDADE do site https://jornalfluminense.com.br/.