Moradores de Berlim protestam contra avanço da extrema-direita na política

2 leitura mínima
Moradores de Berlim protestam contra avanço da extrema-direita na política

Cerca de 15 mil pessoas, segundo estimativas da polícia, protestaram em Berlim contra a política de direita neste sábado (8), na véspera das eleições para o Parlamento Europeu.

Manifestantes reunidos perto da Coluna da Vitória foram vistos carregando bandeiras da União Europeia e cartazes pedindo às pessoas que votassem no domingo (9), bem como criticando o partido de direita Alternativa para a Alemanha (AfD).

“Você tem que votar”, disse a manifestante Nina. “Você não deveria votar na AfD. Você deveria votar em um partido democrático”, acrescentou ela.

Espera-se que a AfD, de extrema-direita e anti-imigrante, tenha um forte desempenho tanto nas eleições europeias de domingo como nas eleições regionais em três estados, em setembro.

“É surpreendente que o cenário partidário em torno da Alemanha na Europa também esteja se tornando cada vez mais extremista de direita”, disse outro manifestante, Hans Mueller. “Esse é o principal problema que temos no momento.”

Embora o partido ainda tenha bons resultados na maioria das sondagens nacionais, o apoio à AfD diminuiu este ano, atingido por decisões judiciais adversas, preocupações sobre as suas ligações à China e à Rússia e revelações de que membros seniores do partido participaram em conversas sobre a deportação de alemães não étnicos.

Os alemães votarão no domingo nas eleições para o Parlamento Europeu para escolher os seus representantes diretos no órgão legislativo supranacional.