Após se esconder no Paraguai, líder de facção morre em confronto com a polícia na Bahia

1 leitura mínima
Após se esconder no Paraguai, líder de facção morre em confronto com a polícia na Bahia

O homem apontado como chefe de uma organização criminosa com atuação no centro da Bahia foi preso no último domingo (2) durante uma operação da Força Integrada de Combate ao Crime Organizado (Ficco) e da Polícia Militar.

Iranildo Souza dos Santos, 25 anos, ficava escondido no Paraguai e retornou à Chapada Diamantina, região turística de conservação ambiental, para determinar ataques contra rivais.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública do estado, ele enviava drogas, a partir do Paraguai, armas e munições para os integrantes da facção na Bahia.

Apesar de o suspeito ser natural de Lençóis, ele foi encontrado em Mucugê –cidade com aproximadamente 9.000 habitantes, reconhecida pela tranquilidade e tombada como Patrimônio Nacional pelo Iphan. Moradores relatam que, diante do crescimento da região, consequentemente vem abrindo espaço para a criminalidade.

A tentativa de prisão foi por volta das 17h. Houve confronto e Iranildo acabou não resistindo aos ferimentos.

Ainda segundo a polícia, com ele foram apreendidos um revólver calibre 38, munições, porções de cocaína, entre outros itens.